Abrasel estima crescimento de 50% no Dia dos Namorados nos restaurantes da região

Ao contrário do ano passado, quando os  restaurantes foram pegos de surpresa com o fechamento por conta da pandemia, este ano o cenário é de otimismo para o setor de restaurantes e bares. A expectativa para o Dia dos Namorados, segundo estimativa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) em Campinas e Região é de um crescimento de 50% nas vendas na comparação com o ano passado, quando o setor trabalhou somente com entrega.

 

Para atingir o crescimento esperado, muitos estabelecimentos estão adotando estratégias diferenciadas para atender os casais e evitar aglomerações em uma das três datas de maior importância em movimento para o setor. Além do atendimento presencial liberado, com restrições de capacidade e de horário, os estabelecimentos mantém a aposta na entrega por delivery ou retirada, além de ampliar a comemoração com a adoção da “Semana dos Namorados” e antecipação do jantar romântico para a sexta-feira 11. Além de melhorar as vendas, estas estratégicas visam evitar filas e aglomerações no sábado, dia 12.

 

Segundo Matheus Mason, presidente da Abrasel em Campinas e Região, em 2020 o faturamento do setor foi duramente abalado com o fechamento, obrigando a maioria dos restaurantes e bares a se reinventarem às pressas com o delivery, que representou apenas 20% do faturamento. “Neste ano, com a liberação parcial de atendimento e a consolidação do delivery, nossa projeção é de um aumento de 50% sobre o ano passado, o que representa faturamento de 40% a 50% de uma data comemorativa pré-pandemia”, explica.

 

Apesar de ainda estar longe dos dias normais, ele vê este aumento como positivo “É, sem dúvida, um alívio para o setor”, afirma. “Neste ano ainda vamos observar um consumo bastante dividido entre venda presencial e delivery”, comenta.

 

Mason lembra a importância de bares e restaurantes manterem todos os protocolos de segurança e evitar aglomerações, uma vez que o País ainda vive a pandemia. Por ser uma data de grande movimentação, diz que a entidade está preocupada com esta situação. Para tentar evitar problema, a Abrasel encaminhou na semana passada um oficio à Prefeitura de Campinas solicitando, em caráter excepcional, a liberação de mais duas horas no limite de atendimento.

 

“Esta medida ajudaria no controle do movimento, pois daria mais tempo para os casais comemorarem a data e um giro maior no salão, pois neste dia o tempo médio de um casal na casa é de 1h30. Se ele chega às 19h, a casa não consegue atender outros casais”, conta Mason.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE