A volta do que não foi. Cabrini desiste de pedir a conta

Ele foi. Ele se afastou. Ele ia. E agora ele voltou. Assim pode ser contada a história do sec de Educação de Americana Sérgio Cabrini. Ele esconde que é pastor, foi tratar da saúde. Decidiu pedir demissão (no diário semi oficial da prefeitura) e agora voltou atrás de tudo.

A notícia é que ele faz exames para poder voltar ao trabalho na prefeitura de Americana. Mas nesse período ele seguiu dando aulas na Unisal como se não tivesse graves problemas de saúde. A história é que o prefeito Omar Najar (PMDB) foi conversar com Cabrini e pedir que ele ficasse.

O comentário é que Najar não tinha nomes para colocar no lugar- todos são vetados por seus ‘colaterais’ ou não querem assumir a ‘bucha’ de estar no cargo e não poder mandar.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE