A tecnologia da sustentabilidade

A gestão dos recursos naturais é uma das mais desafiadoras questões da atualidade. Como a crise hídrica enfrentada nos anos de 2014 e 2015 no Estado de São Paulo e mais recentemente no Centro-Oeste e Nordeste do país, sobram exemplos que expõem a urgente necessidade de implantar soluções inteligentes para o uso desses recursos. 

Alinhada com essa demanda, a TecSUS, startup situada em São José dos Campos (90 km de São Paulo), desenvolve tecnologias que monitoram toda a cadeia de distribuição energética e de saneamento. Dispositivos, aplicativos e sistemas para a transmissão e recepção de dados atuam como ferramentas que identificam pontos de desperdício na cadeia de abastecimento e distribuição de água e geração e distribuição de eletricidade.
Desenvolvidas inicialmente a partir de estudos no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), as soluções da TecSUS atualmente podem ser implantadas em pequenos condomínios e até mesmo em toda uma cidade.  Na prática, a redução do consumo dos recursos naturais possibilitada pela tecnologia pode atingir percentuais próximos a 40%.
ProdutosAs soluções desenvolvidas pela startup concentram-se em seis produtos, cada um deles com tecnologia para monitorar diferentes recursos: TecHydro, TecLux, TecGas, TecLighting, EDA (Estação de Monitoramento e Controle de Dados Ambientais) e Smart Cities.
Primeiro produto desenvolvido pela startup, o TecHydro é um sistema de monitoramento e controle remoto de hidrômetros. A tecnologia permite ao usuário o acompanhamento de seu consumo em tempo real e o controle de todos os gastos, identificando os pontos de desperdício.
A ideia surgiu de um projeto de pesquisa no aeroporto de Guarulhos, em 2009, época em que o local estava com sérios problemas de abastecimento hídrico. O trabalho partiu de um diagnóstico de consumo de água setorizado, para monitorar os gastos de água do local e identificar possíveis ações para coibir o desperdício. O projeto foi inscrito no Prêmio ANA (Agência Nacional de Águas) e foi pré-finalista, concorrendo com diversos projetos de todo o país. “O dispositivo e o sistema foram patenteados e realizamos um projeto piloto em um condomínio de São José dos Campos”, explica o sócio e gestor da TecSUS, Diogo Branquinho.
A partir dessa experiência, a empresa deu continuidade ao desenvolvimento de outros produtos, cuja finalidade é a mesma: otimizar a gestão e o uso de recursos. O TecLux, sistema de monitoramento de energia elétrica, e o TecGas, que monitora o uso do gás, são extensões da tecnologia, utilizando-se da mesma confiabilidade e praticidade.
Smart CitiesOs produtos desenvolvidos pela TecSUS são inovadores no que diz respeito ao conceito das cidades inteligentes. A empresa já conta com projetos de integração dos meios de monitoramento de consumo para auxiliar na diminuição do desperdício de toda a rede pública.
Com o TecLighting, voltado à iluminação pública, pode-se criar uma estrutura integrada, robusta e flexível a partir de dispositivos instalados nos postes, capaz de receber dados de outras aplicações e atender a diversas demandas de uma cidade inteligente e sustentável.”O que estamos propondo é a implantação de uma rede com sensores de enchente, sensores ambientais, toda a parte de monitoramento do consumo elétrico, hídrico e de gás, além de dispositivos móveis, isso em toda a cidade. Na prática, pode-se ter, assim, semáforos inteligentes, iluminação inteligente, além de gerar ferramentas para a economia dos recursos”, explica Diogo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE