A luta pelo título da Stock Car

Daniel Serra saiu da última etapa em Londrina com uma margem de certa forma confortável sobre Felipe Fraga: 270 a 236. São 34 pontos de diferença. Matematicamente, Rubens Barrichello corre por fora com 194 (76 pontos atrás de Serra), já que somando as provas de Goiânia e a final em Interlagos, que dará pontuação dobrada em uma única corrida, são 110 pontos em jogo. Neste cenário, até o oitavo colocado da classificação, Cacá Bueno, reúne chances matemáticas.
Se Serra conseguir, em Goiânia, aumentar sua vantagem para 61 pontos sobre Fraga ou Barrichello, a fatura estará liquidada e o piloto da Eurofarma poderá comemorar por antecipação o bicampeonato. A missão, entretanto, não será nada fácil, já que o equilíbrio na pista é grande e tanto Fraga como Barrichello mostraram uma evolução gigante nas últimas etapas ??? o piloto da Cimed vem de duas poles consecutivas e o da Full Time venceu uma das corridas em Londrina, na última etapa.
Em número de vitórias, Átila Abreu é o líder do quesito com quatro (todas na corrida 2 das etapas); Lucas di Grassi e Felipe Fraga subiram ao topo do pódio três vezes cada um, enquanto Serra só venceu duas, assim como Barrichello.
O top-10 da classificação geral tem Julio Campos em quarto com 183 pontos, seguido de Max Wilson e Átila Abreu empatados com 176, Marcos Gomes com 172, Cacá Bueno (169), Ricardo Zonta (144), e Thiago Camilo com 127.
Daniel Serra tem match point em Goiânia
São 34 pontos de vantagem que Serra tem sobre Felipe Fraga. A etapa de Interlagos, em corrida única, valerá o dobro de pontos do que normalmente é oferecido na primeira corrida de cada rodada dupla. Sendo assim, o vencedor leva 60 pontos. Se o líder do campeonato sair de Goiânia com 61 à frente do adversário, já pode estourar o champanhe e comemorar o bicampeonato. Assim, se conseguir fazer 27 pontos a mais que Felipe, o título está garantido.
Para isso, no entanto, o atual campeão da Stock Car vai ter de enfrentar uma concorrência de peso, pois além de Fraga, Rubens Barrichello vem em uma impressionante ascendente. Venceu em Londrina e subiu para terceiro na tabela, a 74 pontos de Serra, é verdade, mas ainda possui chances.
Push to Pass conta muito na longa reta de Goiânia
Na etapa os pilotos terão 15 acionamentos do botão de ultrapassagem para gerenciar seu uso durante as duas corridas. Cada acionamento terá cinco segundos de atraso após o piloto apertar o botão; seu funcionamento tem um total de 16 segundos e o intervalo entre os usos é de 85 segundos.
Em ambas as provas, os pit stops obrigatórios deverão ser realizados a partir da volta 15 até o fechamento da 20ª volta.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE