A diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo

No momento de escolher um curso, os estudantes buscam a área que mais lhes agrada, entre ciências exatas, humanas, da saúde, jurídicas, e assim por diante. Porém, uma outra escolha é igualmente importante e, frequentemente, deixada de lado: a modalidade da graduação a ser realizada. ?? possível escolher entre bacharelado, licenciatura e cursos tecnológicos.

Segundo o Censo da Educação Superior, divulgado pelo Ministério da Educação, 60,1% dos ingressantes optaram por bacharelado em 2017. Porém, a modalidade tecnológica foi a que mais cresceu no mesmo período, com uma variação positiva de 16,2%. Em segundo lugar estão as licenciaturas, com alta de 8,9%, seguidas pelos bacharelados, que cresceram 5,6%.

Mas como fazer a escolha? O reitor do Centro Universitário Internacional Uninter exemplifica: “Tomemos como exemplo uma pessoa que deseja atuar na área de Matemática e esteja buscando um curso em nossa instituição. Caso deseje ser professor, deve escolher a licenciatura. Já se busca uma formação ampla, que abra um grande leque de possibilidades profissionais, o melhor caminho é o do bacharelado. Por outro lado, se já sabe o caminho profissional que quer trilhar, pode buscar um curso tecnológico, que é mais específico ??? como Análise e Desenvolvimento de Sistemas”.

Veja a diferença:

    Bacharelados: em geral, duram de 4 a 5 anos e preparam para todos os tipos de atividades ligadas à área escolhida ??? exceto docência. São indicados para pessoas com inclinação para a gestão ou realização de projetos e serviços para o mercado. Outra possibilidade é a carreira acadêmica.
    Licenciaturas: habilitam os formandos para lecionar na educação básica, com duração de 3 ou 4 anos. Também abrem portas para tornarem-se pesquisadores, ou seja, seguir um percurso acadêmico.
    Cursos tecnológicos: têm duração mais curta, de 2 a 3 anos. Ofertam conteúdos específicos para quem já sabe o que quer e onde vai atuar, ou então para quem já está inserido no mercado de trabalho e precisa de conhecimentos para progredir. Assim como os outros, permite que o graduado siga para uma pós-graduação, mestrado e doutorado.

E se já é bacharel ou tecnólogo, mas deseja lecionar?

Nesse caso, Gaio explica que a Uninter oferece a formação pedagógica, que prepara os profissionais para a docência em 16 meses. Os licenciados que desejam atuar em mais uma disciplina também contam com formação diferenciada: a segunda licenciatura, com duração de 12 meses. ???Não há caminho melhor do que o outro. O importante é que o estudante siga aquele que mais se adeque ao seu perfil profissional???, pontua.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE