Tecnologia

Inteligência Artificial derruba risco de crédito

Fintech Reduz Inadimplência a 0,4% com Inteligência Artificial

Publicado em 2018-07-28 17:00:01 Atualizado em 2018-07-28 17:00:01 (1473 visualizações)

Através do emprego de inteligência artificial sobre milhares de informações de mercado em regime de big data, a empresa de antecipação de recebíveis WEEL, primeira fintech de crédito online nessa categoria, encerrou o primeiro semestre de 2018 com taxa média de inadimplência de apenas 0,4% sobre o valor de face das faturas resgatadas.

Este índice é mais de duas vezes menor que o 1% registrado pela própria WEEL ao longo de 2017 e caminha na contramão das taxas de inadimplência empresarial medidas pelo BACEN, que apenas em maio último apresentaram uma alta de 9,32%.

A plataforma WEEL permite que em poucos minutos, e com uma navegação intuitiva, o interessado em capital de giro simule a operação, verifique suas taxas -- tudo de forma automática e gratuita -- e obtenha a aprovação sem o estresse característico do relacionamento com outras empresas de fomento comercial.

De acordo com Simcha Neumark, fundador e CEO da WEEL, a histórica redução na taxa de inadimplência conquistada por sua empresa é resultado de uma análise de variáveis muito mais sofisticada do que a normalmente empregada por bancos ou por outras fintechs, uma vez que garante a mitigação de risco com maior nível de acerto. Ao diminuir as taxas de risco, a WEEL pode oferecer empréstimos mais baratos e de forma surpreendentemente rápida.

"Nosso modelo de avaliação emprega tecnologia analítica aplicada ao ambiente de big data (com 15 mil pontos simultâneos de consulta) e conta com algoritmos exaustivamente testados para a valoração dos ativos", explica o CEO. O sucesso da plataforma é creditado pelo CEO à equipe de data scientists da WEEL, formada por profissionais egressos de organizações como a American Express e o Massachusetts Institute of Technology, o MIT. "Alcançamos uma marca histórica no Brasil, cuja média é de 4% a 5% de default", afirma o Chief of Risk Officer da WEEL, Yerachmiel Weiss.

Fundada há quatro anos com a proposta de oferecer capital de giro acessível para os pequenos e médios negócios, a WEEL conseguiu rapidamente evoluir de sua condição de startup e captou R$ 8,5 milhões em investimentos após uma bem sucedida participação no Programa Global de Aceleração do Citibank. Tem mantido, no último ano, taxa de crescimento de mais de 30% ao mês.

A plataforma WEEL tem capacidade de processamento complexo de dados velozes e está integrada a diferentes sistemas de gestão (ERP), como a OMIE e o SAP Business One.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Tecnologia

14 formas de ganhar dinheiro com aplicativos


Xiaomi anuncia segunda loja oficial em São Paulo


Americana recebe 3a edição da Feira Tecnológica Regional


Carlos Bolsonaro fora das redes sociais


Fintech Juno aposta em cartão pré-pago



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza