Saúde

Cocato faz a defesa da Saúde de Bill

Investimentos de R$ 51 milhões

Publicado em 2019-02-01 16:41:09 Atualizado em 2019-02-01 16:41:09 (533 visualizações)

“Estamos falando de R$ 51 milhões de custeio na Saúde, ou seja, 30% do orçamento municipal investido na Saúde em 2018”, disse o secretário Municipal de Saúde, Vanderlei Cocato durante a Audiência Pública de Saúde realizada na manhã desta quarta-feira, doa 30, na Câmara de Nova Odessa. Os números são referentes ao terceiro quadrimestre de 2018, ou seja, aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. Dos nove vereadores da casa, seis estavam presentes.

“Foram mais de quatro horas respondendo todos os vereadores e os munícipes, o que foi muito produtivo para encerrar os dados do ano de 2018. Mas o principal foco mesmo foi o financeiro. Estamos falando de R$ 51 milhões de custeio na Saúde, sendo que apenas R$ 5,5 milhões recebemos de repasses do governo federal, um número que é muito baixo, pois representa apenas 10% daquilo que foi custeado pelo município, ou seja, ao todo foram 30% do orçamento do investidos na Saúde no ano de 2018”, detalhou Cocato.

A despesa total com a Saúde nos quatro últimos meses do ano foi de R$ 19.464.390,80, sendo mais de R$ 3 milhões do que no último quadrimestre. O secretário de Saúde abordou também vários tópicos relacionados aos atendimentos realizados por setor, por especialidade e também o Pronto Socorro, que concentra os maiores números bem como o número de consultas.

“Houve também um grande avanço na parte de exames realizados, consultas e obras em andamento, como a ampliação do Hospital, a construção de UBS (Unidade Básica de Saúde), reforma da fisioterapia, entre outras obras que precisavam ser realizadas”, afirmou o secretário.

As pequenas cirurgias, internações, partos, serviços de odontologia e realização de exames também tiveram seus números relatados. Os serviços de ambulância, farmácia e vigilância, bem como os atendimentos e realização de exames fora do município também foram abordados.

“Esta foi a mais longa audiência pública da Saúde que já tivemos na Câmara. Como sempre foi muito produtiva e pudemos sanar todas as nossas dúvidas relacionadas a pasta comandada pelo Cocato”, disse o vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin (MDB), que como presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social da Câmara, conduziu os trabalhos por mais de quatro horas.

Os vereadores presentes foram Carla Lucena (PSDB), Angelo Roberto Réstio, o Nenê Réstio (MDB), Avelino Xavier Alves, o Poneis (PSDB), Tiago Lobo (PRB), e Wladiney Pereira Brigida, o Polaco (SD). A presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria de Fátima Dalmédico Godoy, também acompanhou a audiência pública.

Recadastramento
Desde novembro de 2018 a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa está fazendo o recadastramento dos usuários da saúde pública, com o objetivo de encerrar prontuários inativos, de pacientes que não são da cidade ou de pessoas que morreram. Atualmente, o município conta com 140 mil prontuários, mas a estimativa populacional é de 60 mil habitantes. Em dois meses foram recadastradas 936 pessoas.

“Este custeio todo que estamos tendo nos faz ter certeza que nós vamos dar uma enxugada e poder atender realmente quem é de Nova Odessa com mais qualidades, mais agilidade, porque recadastrando somente quem é de Nova Odessa a gente tira que é de fora e toma o lugar de uma consulta ou um exame de quem de fato é da cidade”, finalizou o secretário.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza