Saúde

SUS disponibiliza novo tratamento para esclerose múltipla

Pode reduzir em até 34% a taxa de surtos

Publicado em 2019-01-12 17:00:07 Atualizado em 2019-01-12 17:00:07 (285 visualizações)

O ano de 2019 começa com uma boa notícia para os cerca de 35 mil pacientes¹ que têm esclerose múltipla no Brasil. O Diário Oficial da União (DOU) do dia 27 de dezembro de 2018, em sua portaria de nº 90, publicou a incorporação do Acetato de Glatirâmer 40mg/ml (COPAXONE® 40mg/ml) para o tratamento Esclerose Múltipla Remitente Recorrente (EMRR) no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS, que tem até 180 dias para disponibilizar o medicamento gratuitamente.

Com eficácia e segurança comprovadas desde 2002, ano em que a formulação 20 mg/ml do medicamento passou a ser disponibilizado no SUS, o processo para a incorporação da nova apresentação contou com uma Consulta Pública, aberta em 3 de outubro de 2018 e encerrada 21 dias depois, de acordo com a portaria de nº 53 do Diário Oficial da União (DOU). Durante esse período, a sociedade civil se manifestou e enviou sugestões a respeito da recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) relativa à proposta de incorporação do Acetato de Glatirâmer 40mg/ml (COPAXONE® 40mg/ml).

"É um grande avanço no arsenal de tratamentos da esclerose múltipla no Brasil. Os pacientes da rede pública poderão ser beneficiados com essa nova apresentação, que diminui a necessidade de aplicações injetáveis diárias e mantém o alto padrão de qualidade no que se refere à segurança e eficácia do medicamento, contribuindo para a elevação da qualidade de vida desses pacientes", destaca Nicolás Lódola, presidente da Teva Farmacêutica Ltda..
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

O álcool te deixa brocha?


10 dicas para manter o foco no treino após o Verão


Veja como 2 pacientes foram curados do HIV


Canito quer 'dar um pau' no mosquito da dengue


Conheça os Benefícios do abacate para sua pele



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza