Saúde

OMS sugere limite de 50 km/h em todo o Brasil

Publicado em 2018-12-07 12:03:22 Atualizado em 2018-12-07 12:03:22 (233 visualizações)

Em um esforço para reduzir mortes em acidentes de trânsito, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sugere que autoridades brasileiras reduzam o limite de velocidade nas cidades para 50km/h. Apesar da diminuição dos acidentes, as taxas ainda são elevadas.

Mais de 90 países já fixam 50 km/h como limite em seus centros urbanos. Outras 36 nações preveem 60 km/h. Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, a velocidade máxima prevista para vias urbanas é 80 km/h.

Oficialmente, foram cerca de 38 mil mortes no trânsito em 2016 no Brasil, mas a OMS estima que o número real seja de 41 mil. Em 2015, a taxa de acidentes no Brasil era de 18,3 mortes por 100 mil habitantes. A taxa é duas vezes maior que a média na Europa.

Desde 2015, a Prefeitura de São Paulo reduziu o limite de velocidade nas ruas. Em boa parte das vias arteriais, o máximo permitido é de 50 km/h. Já nas Marginais, o limite foi aumentado na gestão de João Doria (PSDB). Nas pistas locais, o limite é 60 km/h; nas centrais, 70 km/h; e nas expressas, 90 km/h.

Acidentes de trânsito já são os principais responsáveis pelos óbitos de crianças e jovens até 29 anos. Por ano, há 1,35 milhão de mortes – há mais dificuldade em reduzir as mortes em países pobres. Além da redução da velocidade, a entidade sugere leis duras contra bebidas, uso de cintos, capacetes, além de melhor tecnologia nos carros.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Álcool e medicamento: uma mistura que requer cuidados


Desbaratização avança pela cidade


Quando vence sua prótese de silicone?


Conselho de Saúde começa a atender em prédio público


Sumaré apresenta novos profissionais 'Mais Médicos'



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza