Saúde

Má higiene bucal pode acarretar doenças graves

Mau hálito e endocardite bacteriana

Publicado em 2018-04-13 07:40:19 Atualizado em 2018-04-13 07:40:19 (146 visualizações)

Que o sorriso é o cartão de visitas para uma primeira impressão, já é, praticamente, de senso comum. O que muitas pessoas ainda não sabem ou não dão a devida importância é que uma higiene bucal bem-feita não reflete somente na estética dos dentes, evita, também, o surgimento de problemas que podem se tornar doenças graves no futuro. "Ao pensar em problema bucal, o mais lembrado é o mau hálito. No entanto, esse pode ser apenas o alerta para algum distúrbio mais sério, como a gengivite e doença periodontal, por exemplo”, afirma Paulo Coelho Andrade, mestre e especialista em implantodontia e odontologia estética. Segundo ele, doenças cardiovasculares, respiratórios e disfunções podem ser ocasionadas devido à má higiene da boca.

Não há saúde para o corpo, se não houver cuidados com a saúde bucal. “Como em apenas 1ml de saliva contém 150 milhões de bactérias, o indivíduo deve conscientizar-se acerca do perigo que é a possibilidade de uma bactéria cair na corrente sanguínea”, alerta Paulo. O especialista listou quais as consequências que uma má higiene bucal pode acarretar.

Mau hálito: ao escovar de maneira errada e não usar diariamente o fio dental, partes de alimentos ficam depositadas entre os dentes. As bactérias da boca interagem com esses restos e liberam sulfato de hidrogênio, responsável pelo mau cheiro, também chamada de halitose.
Doenças periodontais: Degradação do osso, que abala a estrutura do mesmo e pode levar à perda óssea. Consequentemente, leva à perda dos dentes.
Doenças gengivais: Gengivite é a inflamação inicial causada pelas toxinas liberadas pela placa bacteriana acumulada no dente. Sua evolução é conhecida como periodontite; a inflamação atinge osso e as fibras de sustentação. O estágio final, periodontite avançada, os ossos e fibras de sustentação estão drasticamente danificados, levando a perda dos dentes;
Cárie: Considerada como uma deterioração do dente, cárie, se não tratada, pode atingir o nervo e se tornar um abscesso.
Doença cardíaca: Com a gengiva inflamada, pode ocorrer durante a mastigação, limpeza ou higiene bucal um sangramento. Neste sangue pode estar presente micróbios causadores da inflamação, que, se cair na corrente sanguínea, pode chegar em outras partes do organismo. Sendo assim, pode ocorrer uma endocardite bacteriana, que é quando as válvulas do coração são atingidas.
Problemas respiratórios: Ao cair na corrente sanguínea, as bactérias periodontais podem agravar problemas respiratórios.
Disfunção erétil: Se cair na corrente sanguínea, as bactérias periodontais podem inflamar artérias e bloquear o fluxo de sangue para os genitais.
 

Paulo Coelho Andrade

Mestre em Implantodontia pelo Centro de Pesquisas Odontológicas de Campinas e especialista em Implantodontia pela Associação Brasileira de Odontologia, ambos os títulos reconhecidos pelos Conselhos Estadual e Federal de Odontologia, já realizou mais de 50.000 implantes em 20 anos de implantodontia. Autor de vários artigos científicos, publicados dentro e fora do país, também é pós-graduado em Fixação Zigomática, Periodontia, Cirurgias Avançadas, Sedação e Odontologia Estética.

 

Serviço

Clínica Dr. Paulo Coelho Andrade

Av. Bandeirantes, 466 – Mangabeiras

Belo Horizonte - MG

(31) 3227-7076
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Saúde realiza testes para Sífilis no sábado


NO: Arrastão contra a dengue chega a mais 3 bairros


UBS Gramado recebe capacitação pré-hospitalar


Unimed promove palestra sobre aleitamento materno


Mutirão já atendeu 2,2 mil em Nova Odessa



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza