Saúde

Desafio de balde de gelo ajuda em descoberta de doença

Identificado gene da esclerose lateral amiotrófica (ELA)

Publicado em 2016-07-29 07:16:20 Atualizado em 2016-07-29 07:16:20 (1951 visualizações)

 O desafio do balde de gelo que viralizou em 2014 conseguiu arrecadar fundos para uma descoberta científica importante: a identificação de um novo gene que contribui para a esclerose lateral amiotrófica (ELA), o NEK1, segundo a ALS Association - que representa pessoas com ELA e outros tipos de doenças do neurônio motor.
A campanha, que estimulava pessoas a compartilharem vídeos do momento em que jogavam baldes de água gelada em si mesmas, tinha o objetivo de conseguir doações para a instituições de caridade ligadas a doenças do neurônio motor, como a ELA.
O desafio foi criticado, mas arrecadou US$ 115 milhões (mais de R$ 377 milhões) e financiou seis projetos de pesquisa.
A pesquisa desenvolvida pelo MinE, um projeto internacional para analisar o genoma de 15 mil pessoas com doenças do neurônio motor, foi publicada na revista especializada Nature Genetics. Trata-se do maior estudo a respeito da ELA hereditária.
Mais de 80 pesquisadores em 11 países procuraram pelo gene da doença em famílias afetadas.
"A análise genética sofisticada que levou a esta descoberta só foi possível por causa do grande número de amostras de ELA disponíveis", disse Lucie Bruijn, da ALS Association.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Escorpião. Americana tem 0,9 ataque por dia na década


CPFL Chega de Choque em Americana


Gravidez planejada ajuda na saúde da mãe e do bebê


USP descobre remédio contra chikungunya


Mais Médicos vai perder cubanos



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza