Política Crítica

Ônibus escolares terão que ter no máximo 10 anos

Veja o que rolou na sessão desta quinta

Publicado em 2019-07-12 17:00:02 Atualizado em 2019-07-12 17:00:02 (151 visualizações)

Os vereadores da Câmara Municipal de Americana aprovaram com dezessete votos favoráveis e um contrário em primeira discussão, durante a sessão ordinária realizada nesta quinta-feira (11) no Plenário Dr. Antônio Álvares Lobo, o projeto de lei nº 71/2019, de autoria do vereador Gualter Amado (PRB), que propõe alteração na lei municipal nº 4.419/2006, que dispõe sobre os serviços de transporte coletivo remunerado de natureza privada por fretamento.

O projeto de lei reduz de vinte para dez anos o limite máximo do ano de fabricação de ônibus utilizados para o transporte escolar por empresas que prestem serviço para o poder público. De acordo com o parlamentar, o objetivo é aumentar a segurança no transporte das crianças e adolescentes atendidos pelo serviço prestado pela prefeitura.

“A alteração vem ao encontro da responsabilidade do poder público em zelar para que o transporte de alunos seja feito com a maior segurança. Um dos elementos dessa segurança é o uso de veículos em perfeito estado de conservação, uma vez que veículos com mais de dez anos de utilização, ainda que periodicamente revisados, já não oferecem a confiança necessária”, apontou Gualter.

Autorização para instrumento de procuração

Foi aprovado com quinze votos favoráveis e três abstenções em discussão única, após ter sido incluído na pauta da Ordem do Dia em regime de urgência, o projeto de decreto legislativo nº 24/2019, de autoria da Mesa Diretora, que autoriza a Mesa da Câmara Municipal de Americana a outorgar instrumento de procuração a servidor lotado na Assessoria Técnica Legislativa para atuar em processos judiciais, nos quais os órgãos da Câmara Municipal sejam parte.

Parcelamento de débitos

Foi aprovado por unanimidade em primeira discussão o projeto de lei nº 60/2019, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Poder Executivo a parcelar débito imputado pelo Tribunal de Contas da União.

Doação de área para uso da polícia militar

O projeto de lei nº 72/2019, de autoria do Poder Executivo, que transfere da categoria de bem de uso institucional para a categoria de bem dominical a área pública que especifica e autoriza o Poder Executivo a doá-la ao governo do estado de São Paulo, para uso da polícia militar, foi aprovado por unanimidade em segunda discussão. 

Subvenções a entidades assistenciais

O projeto de lei nº 77/2019, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a concessão de subvenções no valor total de R$ 232.404,00 a entidades assistenciais do município, foi aprovado por unanimidade em segunda discussão.

Mês “Abril Marrom” de combate à cegueira

O projeto de lei nº 65/2019, de autoria do vereador Pedro Peol (PV), que institui a campanha no mês de abril "O ABRIL MARROM" de prevenção e combate às diversas espécies de cegueira, no município de Americana, foi aprovado por unanimidade em segunda discussão.

 

Adiados

O projeto de decreto legislativo nº 10/2019, de autoria do vereador Luiz da Rodaben (PP), que altera o Decreto Legislativo nº 587/2012, que institui o “Prêmio Mulheres Destaques do Ano”, foi adiado por 120 dias a pedido do vereador Pedro Peol (PV).

O projeto de resolução nº 4/2019, de autoria de diversos vereadores, que altera a Resolução nº 218/1991 (Regimento Interno da Câmara Municipal de Americana), recebeu primeiro pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Peol.

O projeto de lei nº 9/2019, de autoria do vereador Welington Rezende, que dispõe sobre incentivo ao plantio e manutenção de árvores, além da instalação de lixeiras suspensas, mediante desconto no Imposto Predial Territorial Urbano – IPTU, recebeu primeiro pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Peol.

O projeto de lei nº 56/2019, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a regularização de concessões de sepulturas no Cemitério da Saudade, recebeu segundo pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Peol.

O projeto de lei nº 57/2019, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Departamento de Água e Esgoto a celebrar convênio com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, recebeu segundo pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Peol.

O projeto de lei nº 66/2019, de autoria do vereador Dr. Renato Martins (PDT), que dispõe sobre a proibição do uso de veículos de tração animal com carga em área urbana e sua substituição por veículo de propulsão humana, recebeu primeiro pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Peol.

O projeto de lei complementar nº 1/2019, de autoria do vereador Vagner Malheiros (PDT), que “Condiciona a aprovação de novos loteamentos, condomínios, desmembramentos e desdobro para fins residenciais no Município de Americana, conforme dispõe o inciso X do art. 4º da Lei Orgânica, à capacidade de captação, tratamento, reserva e abastecimento de água”, foi adiado por trinta dias a pedido do vereador autor.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Política Crítica

Ver. quer UBS do Boa Vista em período integral


Qual PSDB vai 'atacar' em Americana 2020


Assessoria de Renato Martins ganha reforço


Rafa Macris tem conta bloqueada e acusa grupo adversário


Veio da Havan marca presença na região



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza