Política Crítica

Eduardo Bolsonaro e Joice têm barraco via Whatsapp

Conversa expõe racha nas lideranças do PSL

Publicado em 2018-12-07 14:06:14 Atualizado em 2018-12-07 14:43:20 (248 visualizações)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a deputada eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) protagonizaram um barraco pelo Whatsapp na noite desta quinta-feira (6). O filho de Bolsonaro disse que a deputada eleita chegará ao Congresso com “fama de louca”. Joice revidou dizendo que ele é um “marmanjo que “age como bebê”.

Segundo reportagem do jornal O Globo, a confusão começou no grupo de Whatsapp da bancada do PSL na Câmara, onde o Eduardo acusou Joice de ter atropelado o presidente do PSL em São Paulo, Major Olímpio, durante a discussão de candidaturas, e de ter tentado fazer a mesma coisa com ele em uma reunião do PSL.

"Joice, sua fama já não é das melhores. A continuar assim vai chegar com fama ainda maior de louca no Congresso. Favor não confundir humildade com subordinação. Liderança é algo automático, não imposto. Vamos começar o ano já rachados com olhar de desconfiança e cheios de dúvidas", escreveu Eduardo no grupo.

A deputada rebateu afirmando que o fato de o atual líder da bancada ser filho do presidente é uma "vidraça" e pode prejudicar o partido. ” Você é um parlamentar com votação estrondosa com o sobrenome que tem. Eu também fiz, sem sobrenome. Se quisermos ter 52 candidaturas podemos ter e decidimos no voto, não por recadinhos infantis via Twitter. Cresça", disse ela.

"Eduardo, não te dou liberdade para falar assim comigo, ou escrever algo nesse tom. Minhas discussões aqui são políticas e não pessoais. Se formos discutir 'fama', a coisa vai longe. Não envergonhe o que seu pai criou." Joice diz que Eduardo falha na liderança do partido na Câmara e que a articulação do PSL no Congresso está "abaixo da linha de miséria".

Para o filho do presidente eleito, Joice estaria "preparando terreno para receber os votos dos novinhos" na futura disputa por cargos de liderança. "Ademais, a Joice chamou uma reunião na data em que eu estava nos EUA propositalmente, para reforçar que eu estaria só viajando e não dando conta do partido. Assim como todos vocês, eu sigo ordens”, escreveu Eduardo.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Política Crítica

Barilon vai presidir Câmara NO pela 2a vez


João Jorge recebe título de cidadão americanense


Morre prof.a Renata Finamore


Tiosso quer inovar sistema de currículos no PAT


Artigo- Insulto de Natal



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza