Geral

Inca alerta para uso de dispositivos eletrônicos para fumantes

Resolução da Anvisa proíbiu comercialização de cigarros eletrônicos

Publicado em 2019-12-10 19:00:02 Atualizado em 2019-12-10 19:00:02 (198 visualizações)

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) publicou, hoje (10), um alerta sobre o uso de dispositivos eletrônicos para fumantes (cigarros eletrônicos), que funcionam com bateria e possuem diferentes formas e mecanismos, contendo inúmeras substâncias tóxicas, na maioria aditivos com sabores de nicotina, droga que causa dependência química.

De acordo com o Inca, os dispositivos eletrônicos também são responsáveis por vários acidentes por explosões das baterias, que provocam queimaduras, perda de partes do corpo e até morte. O instituto alerta ainda que o líquido, contendo nicotina, pode provocar princípios de incêndio em residências e doença pulmonar severa, caso inalado, principalmente por crianças.

Estudos científicos demonstram que um jovem começar a fumar cigarros convencionais quadruplica com o uso dos dispositivos eletrônicos.

Resolução Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de 2019 proíbe a comercialização, importação e propaganda de quaisquer dispositivos eletrônicos para fumar. O Inca reafirma sua posição à manutenção da medida tomada pela Agência reguladora de saúde.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

Vibrador pode te levar ao autoconhecimento?


Orlando segue como destino mais procurado pra julho


Cão da Gama se fere em ação pré-carnaval


Criança vítima de bullying pede para morrer


Estado afasta diretora de Americana que humilhou aluno



© 2009-2020. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza