Geral

Limite para compras no exterior vai subir para $1.000

Medida ainda depende de regulamentação

Publicado em 2019-12-07 12:46:49 Atualizado em 2019-12-07 12:46:49 (262 visualizações)

Os brasileiros que viajarem ao exterior terão novos limites de compras, com isenção de tributos. Os países integrantes do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) aprovaram a elevação do limite de isenção de bagagem em viagens aéreas e marítimas –de US$ 500 para US$ 1000.

Mas ainda não há data para a validade da medida porque depende de regulamentação de cada país integrante do bloco. No Brasil, a Receita Federal será responsável pela regulamentação.

Além dessa medida, recentemente o governo anunciou duas mudanças para os viajantes. Uma delas foi o aumento do limite de compras isentas de impostos para quem cruza a fronteira do Brasil por via terrestre ou por rio de US$ 300 para US$ 500 por pessoa, a partir de 1º de janeiro de 2020. A regra beneficia quem cruza a fronteira do Brasil com o Paraguai, por exemplo.

O governo também vai ampliar, a partir do próximo ano, o limite para compras em free shops, que vai passar dos atuais US$ 500 para US$ 1.000.

Os free shops ou duty free shops são lojas localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos brasileiros onde os produtos são vendidos sem encargos e tributos.

Os limites dos free shops e das compras no exterior (futuramente em US$ 1.000) podem ser somados.

Os valores acima das cotas de isenção podem ser tributados pela Receita Federal.

AGÊNCIA BRASIL
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

Bolsonaro sanciona Orçamento com fundo eleitoral de R$ 2 bi


Regularize seu título de eleitor para votar em 2020


Bolsonaro exonera secretário do discurso nazista


PLACA 8: IPVA 2020 com desconto vence na segunda-feira


Fatecs divulgam segunda lista de convocação do Vestibular



© 2009-2020. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza