Geral

Como escolher o centro regional para obter o Visto EB-5

*Por Daniel Toledo

Publicado em 2019-11-12 14:26:54 Atualizado em 2019-11-12 14:26:54 (319 visualizações)

O visto EB-5, concedido pelo governo americano mediante investimento, e que permite ao aplicante e sua família morar, trabalhar, investir e estudar legalmente nos Estados Unidos, traz algumas novidades, sendo que a principal é a mudança no valor que ocorrerá no próximo dia 21.

E nesses últimos meses, até mesmo devido a alteração do valor, muitas pessoas procuraram a nossa equipe para saber mais sobre centros regionais. Para alguns projetos que trouxeram para analise, aconselhei que não adquirissem as cotas, porque não apresentavam uma estrutura boa, e muito menos capacidade financeira. Por isso, decidi elencar alguns pontos que devem ser observados antes de apostar em polo que não seja confiável, o que pode resultar em um prejuízo irreversível.

O primeiro é se o centro regional tem capacidade financeira para concluir a obra independentemente do investimento que as pessoas fizeram através do EB-5. O projeto tem a possibilidade ser concluído sem o seu dinheiro? Esse tem sido um grande problema e é uma situação que já gerou a falência de alguns lugares.

No ano passado, houve pelo menos cinco ou seis casos documentados sobre a quebra de centros regionais, com dezenas de processos cancelados ou greencards que não foram  concedidos, justamente porque as obras não foram entregues. As pessoas perderam o dinheiro investido, além da oportunidade de morar nos Estados Unidos. Tudo desmoronou.

Há algo que ainda precisa ser lembrado, nenhum centro regional pode garantir o retorno do capital. O que hoje existe, e algumas instituições sérias fazem, são os seguros de conclusão de obra, contra falência e de acidentes naturais. Esses sim, além da capacidade financeira, vão garantir a geração de empregos e consequentemente o greencard. Então é preciso ter muito cuidado ao escolher.

Até o dia 21 de novembro ainda é possível realizar o processo de EB-5, fazer um investimento e protocolar o  pedido em um lugar que ofereça boa estrutura e desenvolvimento. Então quem pensa em fazer este projeto, deve ter em mente que o primeiro passo  é conversar com profissionais que atuam neste segmento e que têm o conhecimento de como realizar esse processoe  saber detalhadamente como prosseguir com toda a segurança, para que o sonho não se torne pesadelo.

*Daniel Toledo é Advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em direito internacional e consultor de negócios, sócio fundador da Loyalty Miami. Para mais informações, acesse: http://www.toledoeassociados.com.br ou entre em contato por e-mail daniel@toledoeassociados.com.br. Toledo também possui um canal no YouTube com mais de 64 mil seguidores https://www.youtube.com/loyaltymiami com dicas para quem deseja morar, trabalhar ou empreender internacionalmente.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

TSE aprova normas para eleição municipal de 2020


INSS cria programa para identificar benefícios irregulares


Etecs divulgam locais de exame do Vestibulinho


Morre Marie Fredriksson, vocalista do Roxette


Inca alerta para uso de dispositivos eletrônicos para fumantes



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza