Gastronomia

Cachaça e vinho ganham feira em SP

Trade Fair promete impulsionar bebidas adultas

Publicado em 2018-09-11 09:50:41 Atualizado em 2018-09-11 09:50:41 (157 visualizações)

O maior e mais conhecido centro de exposições de São Paulo, o Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte da Capital, recebe entre os dias 19 e 21 de setembro de 2018 –das 12h00 às 20h00– o maior evento de negócios direcionado ao mercado de bebidas adultas do Brasil. Acontecem simultaneamente neste período as feiras Cachaça Trade Fair e Wine Trade Fair, dividindo o pavilhão e reunindo o setor. São Paulo é o maior mercado do Brasil. É na cidade que acontecem as mais definitivas negociações, e ela é o centro nervoso da economia do país.

Produtores, importadores, compradores e negociantes de bebidas encontram no evento uma rara e importante chance de entabularem negociações que devem atingir algo em torno de 8 milhões de reais em negócios, de acordo com as expectativas da diretora do evento, Zoraida Lobato, da Market Press Eventos.

É importante notar que apesar de 2018 ser um ano de crise e de eleições majoritárias, o mercado de vinhos cresceu 18% no primeiro semestre, 2018, muito acima da média da economia nacional como um todo, segundo o Ibravin, que representa os vinhateiros gaúchos, com um incremento de mais de 15% no consumo da bebida nos últimos três anos. A entidade espera fechar 2018 com um crescimento de 30% na exportação em relação ao ano anterior.

O mesmo otimismo permeia o setor de cachaça. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a exportação de cachaça fechou 2017 com 13,4% a mais que 2016. No ano passado, o segmento movimentou um mercado avaliado em R$ 10 bilhões. Para as exportações, 2017 foi um excelente ano para setor de aguardente de cana. Mais de 60 países, liderados por Estados Unidos, Alemanha, Paraguai, França e Portugal, receberam a produção brasileira, o que gerou uma receita bruta de US$ 15,80 milhões (correspondente a 8,74 milhões de litros).

Existem no Brasil cerca de 1,5 mil produtores registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), oferecendo mais de 4 mil marcas. O Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC) estima que o Brasil possua capacidade instalada para elaborar 1,2 bilhão de litros/ano. No entanto, a produção está estimada entre 700 e 800 milhões de litros/ano.

O evento reunirá empresas das diversas atividades correlatas ao segmento de bebidas, desde produtores de vinho e de cachaça a empresas de outros setores, tais como fornecedores de embalagens, maquinário, rolhas e tampas técnicas, insumos e rótulos, entre outros.

O Anhembi será palco de uma ampla rodada de negociações que acabará por resultar em maior permeabilidade e conectividade a este importante mercado. A feira é direcionada aos proprietários de bares e restaurantes, sommeliers, maîtres e barmen, gerentes de alimentos e bebidas de redes de hotelaria, atacadistas, distribuidores, supermercados, adegas, lojas de conveniência, importadoras e quaisquer outros estabelecimentos que se interessem em comercializar esse tipo de produto.

Os Congressos que fazem importante parte do conjunto de eventos, serão organizados pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), vinculada ao governo estadual do Estado de São Paulo e também pelo Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC).  Durante os três dias de evento, além das rodadas de negócios, os empresários poderão reciclar conhecimentos através de painéis e palestras.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Gastronomia

Dia Internacional da Maçã com receitas inesquecíveis


Jangada renova menu de sobremesas


La Palette, Matisse e Simetria no Restaurant Week


Cerveja artesanal cai no gosto do brasileiro


Way Beer lança ação especial 'Outubro Rosa'



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza