Esporte

Diesel surpreende Matsubara e leva título do Futsal

Amador de Nova Odessa

Publicado em 2019-07-10 19:08:40 Atualizado em 2019-07-10 19:08:40 (236 visualizações)

Com apenas sete meses de "idade", o E.S. Diesel está comemorando seu primeiro título no futebol de Nova Odessa. O clube, que carrega o nome de uma oficina mecânica e disputou seu primeiro torneio com uniforme emprestado, derrotou o multicampeão Esfer/Matsubara nos pênaltis, na última sexta-feira (5), e conquistou o Campeonato de Futsal Amador do município, um dos mais disputados da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

Eletrizante. Essa é a palavra que melhor define a partida final entre Matsubara e Diesel, no Ginásio de Esportes 'Jaime Nércio Duarte', no Jardim Santa Rosa. Apesar do frio, o público compareceu em peso e transformou o palco da decisão numa grande panela de pressão.

O Matsubara saiu na frente e abriu 2 a 0 no primeiro tempo, dando a impressão de que confirmaria seu favoritismo. Na segunda etapa, porém, o Diesel pressionou o Laranja Mecânica desde os primeiros segundos e diminuiu no segundo minuto, com Zé Diogo. Quando o Diesel era melhor na partida, o Matsubara ampliou: 3 a 1. Na sequência, o time do Parque Klavin dominou o rival, marcou três gols e virou a partida. Diesel 4, Matsubara 3. Forte, a equipe do Jardim Eneides empatou e reassumiu o comando do marcador. 

Tudo caminhava para mais um título do poderoso Matsubara. No entanto, o Diesel ganhou um tiro direto após a marcação da sexta falta do Matsubara. Zé Diogo bateu e fez o terceiro dele na partida, o quinto do E.S. Diesel: 5 a 5. No final do jogo, o Matsura ainda teve a chance de devolver o gol de falta, mas o chute saiu à direita do goleiro Nepo, que não sabia, mas seria o grande herói do título.

Com a igualdade no marcador, a partida foi para as penalidades máximas. Foi aí que o camisa 1 do E.S. Diesel fez a diferença; pegou duas das três cobranças do Matsubara e levou o técnico Elton Santos, o Tatu, às lágrimas. Final: Diesel 2 a 1. Festa da torcida do E.S. Diesel, que mal nasceu e já sentiu o gosto do primeiro campeonato.

"Primeiro ano do time e já campeão. Esse título foi resultado de muita luta. O time foi guerreiro demais, mereceu esse campeonato", desabafou emocionado o técnico, fundador, patrocinador e presidente da equipe, que perdeu apenas um jogo no torneio.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza