Economia

Franquia é uma possibilidade para quem quer mudar de país

Escolhas saudáveis podem levar brasileiros para a Europa

Publicado em 2019-08-19 18:00:03 Atualizado em 2019-08-19 21:17:37 (512 visualizações)

Com a economia em ascendência, Portugal e Espanha vêm despertando o interesse de brasileiros desanimados e que buscam empreender fora do País. É que no Velho Continente, a qualidade de vida e as projeções de crescimento vem mostrando índices favoráveis para os investidores estrangeiros. Além disso, muitas empresas brasileiras têm aproveitado esse bom momento para expandir ou iniciar o processo de internacionalização da sua marca através do sistema de franquias e licenciamento. Tanto em Portugal como na Espanha, o empreendedorismo imigrante é estimulado pela legislação. A lei de apoio aos investidores garante visto de residência, celeridade na abertura de empresa e algumas vantagens fiscais.

No entanto, apesar destes pontos favoráveis é preciso mapear, desbravar, conhecer e saber escolher o melhor negócio a ser explorado. Sem correr grandes riscos, as franquias são excelentes opções para quem quer começar do zero num desses países. Segundo a APF - Associação Portuguesa de Franchising, o setor de alimentação apresenta nichos que devem ser levados em consideração, principalmente se aliados a sustentabilidade e uma proposta saudável e inclusiva.

O Meu Açaí Express, rede que atua dentro do segmento health food através de licenciamento e franchising, é um dos modelos de negócios inexplorados com maior potencial de crescimento. “Por termos o açaí com a polpa mais jovem e saudável do mercado, o mesmo produto que está no Brasil estará também em Portugal e na Espanha. A procedência da polpa, que é o nosso grande diferencial, acompanha o negócio de forma global.  Além disso, somos uma rede que busca escolhas saudáveis tanto na alimentação, quanto no modelo de negócios e o cuidado com o meio ambiente”, pontua Anelise Stahl, CEO e fundadora da Meu Açaí Express.

A rede possui quatro modelos de negócios com investimentos que variam de acordo com o tamanho da loja e está em busca de empreendedores que acreditam num método de trabalho colaborativo. “Temos o produto, damos todo suporte e energia para ajudar esses empreendedores brasileiros a deixar essas dificuldades no retrovisor e empreender em um novo País”, declara Anelise. “No próximo mês de Agosto teremos duas unidades fora do Brasil,uma nas Ilhas Canárias, na Espanha, e outra no Porto, em Portugal”, finaliza.


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Economia

Comércio varejista possui mais de 4,8 milhões de negócios


Demanda por crédito do consumidor avançou 5,4% em agosto


Desenvolve S.Bárbara oferece 65 vagas de emprego


Consumo do brasileiro deve crescer até 2% em 2019


Seaac renova acordo com ACIL e 2 associações



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza