Economia

Santa Bárbara tem a menor taxa de desemprego da região

Segundo Ministério do Trabalho do Governo Federal

Publicado em 2019-06-26 10:40:31 Atualizado em 2019-06-26 10:40:31 (533 visualizações)

Santa Bárbara d'Oeste é a cidade com menor desemprego da região e apresenta uma taxa de 6,82%.

Os dados são oficiais, com base nos números do Ministério do Trabalho do Governo Federal e organizados pela Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), levando-se em conta os municípios com mais de 50 mil habitantes.

Neste primeiro trimestre de 2019, o desemprego médio na Região Metropolitana de Campinas (RMC) é de 10,74%. Já a média nacional é de 12,7%.

O bom desempenho de Santa Bárbara d'Oeste já havia sido verificado no ano passado, o que demonstra a consolidação da economia local.

"É muito importante ver que a nossa cidade conseguiu encontrar oportunidades de crescimento, mesmo em meio à crise que é a mesma para todos os municípios da região. Ainda vamos melhorar mais e trabalhamos para isso. Com a melhora gradual da economia brasileira, deveremos ser a primeira cidade da RMC que voltará a atingir o patamar entre 4,5% a 5,5% - que representa o que se chama de nível de pleno emprego para os trabalhadores", disse o prefeito Denis Andia.

Nos últimos anos, Santa Bárbara d'Oeste recebeu inúmeras obras que reorganizaram e prepararam a cidade para o período de reaquecimento da economia nacional que virá pela frente. Como exemplo, as novas avenidas e a reurbanização de algumas regiões da cidade serão os grandes eixos para novos empreendimentos e a geração de empregos.

"Procuramos reorganizar a cidade e deixá-la estruturada para a expansão econômica das próximas duas décadas. Novos distritos industriais, um novo distrito para serviços e grandes comércios, novas avenidas e os prolongamentos de alguns viários. Isso tudo para que Santa Bárbara d'Oeste tenha para onde crescer e se fortalecer economicamente", acrescentou o prefeito.

Nas margens da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), dois novos empreendimentos de grande porte já modificam a paisagem para quem passa pela via. O Centro de Distribuição e Logística do Grupo Pague Menos e a indústria de utensílios de plásticos Paramount avançam com suas obras. Juntas devem gerar cerca de 1.200 empregos diretos na cidade.

"Nosso trabalho para a atração de novas empresas é contante e faço questão de tratar diretamente em muitos dos casos. Creio que isso ajuda na tomada de decisão dos empresários", enfatizou Denis.


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Economia

Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento abono do PIS/Pasep


Dólar ultrapassa R$ 4,18


Vendas no Natal devem movimentar R$ 60 bi


Vendas do varejo crescem 0,7%, revela pesquisa do IBGE


Villares Metals abre programa aprendiz



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza