Cidades

Sumaré atinge meta de vacinação

Idosos, puérperas e professores

Publicado em 2018-06-28 14:35:29 Atualizado em 2018-06-28 14:35:29 (135 visualizações)

Sumaré atingiu a meta de vacinar, pelo menos, 90% dos idosos acima de 60 anos, professores e puérperas do município contra a gripe. A cobertura vacinal, no entanto, ainda é baixa entre crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes e trabalhadores da saúde. A Secretaria de Saúde reforça que ainda há doses disponíveis. Além destes grupos, também podem se vacinar adultos com mais de 50 anos, pessoas com comorbidades e crianças de 5 a 9 anos. A vacina protege contra os três subtipos do vírus com maior incidência: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Sumaré contabiliza sete casos positivos de gripe H1N1 este ano, sendo que três evoluíram para óbito. O último óbito foi confirmado esta semana à Vigilância Epidemiológica de Sumaré, e trata-se de uma criança de 5 anos, portadora de comorbidade e moradora da região central. O óbito ocorreu em 25 de maio. Seguindo o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde, assim que a criança foi diagnosticada com quadro clínico compatível com a doença, a Vigilância Epidemiológica de Sumaré realizou uma investigação com as pessoas de seu convívio, mas nenhuma delas apresentou sintomas. Também foi realizado bloqueio vacinal na escola onde a criança estudava, além de orientações com relação à prevenção. As outras duas vítimas são um adulto de 31 anos (caso importado), que morava na região da Área Cura, e uma criança de 4 anos, também da região central.

“Reforçamos que não há motivos para pânico, mas também é importante que as pessoas que integram os grupos de risco procurem uma unidade de saúde para receber a vacina, que é uma das formas de prevenção mais eficientes. Também orientamos a todos os moradores que estejam atentos a cuidados simples no dia a dia que podem evitar o contágio e transmissão da gripe, como lavar as mãos frequentemente; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas; não compartilhar objetos de uso pessoal, entre outros”, disse o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti.

Até a última quinta-feira, Sumaré já havia vacinado 19.415 idosos com 60 anos ou mais (94%), 1.689 professores (100%), 431 puérperas (90%), 10.942 pessoas com comorbidades (80%), 3.621 trabalhadores da saúde (75%), 8.012 crianças de seis meses a menores de 5 anos (50%) e 1.222 gestantes (42%). Ao todo, 45.332 moradores dos grupos prioritários já foram imunizados.

A vacinação é realizada em 22 unidades de saúde de Sumaré e, para receber a dose, basta apresentar a Carteira de Vacinação ou documento de identificação. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

 

 

 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Cidades

Tentou atacar esposa e neta e depois tentou suicídio


Tava dando rolê com carrão, mas era zica


Com 14 anos gerenciando tráfico no Zabani


Gama recebe inscrições para seminário de Odorologia


DAE realiza projeto de educação ambiental



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza