Agenda

5X Comédia volta ao Teatro Iguatemi

24 e 25 de agosto

Publicado em 2019-08-09 10:41:56 Atualizado em 2019-08-09 10:41:56 (345 visualizações)

Cinco dos grandes nomes do humor nacional se unem em um espetáculo irreverente e que tem lotado os teatros brasileiros. Bruno Mazzeo, Débora Lamm, Katiuscia Canoro, Lúcio Mauro Filho e Luís Miranda apresentam o espetáculo “5X Comédia” no Teatro Iguatemi, em Campinas, nos dias 24 e 25 de agosto (às 21h30, no sábado, e às 19h, no domingo).

Sensação do teatro brasileiro na década de 1990, a peça foi totalmente repaginada com novo elenco e roteiro. Atualmente em seu quarto ano de estrada, essa nova montagem segue o caminho de sucesso da versão anterior. A direção é de Monique Gardenberg (produtora da versão original) e Hamilton Vaz Pereira (diretor geral das produções anteriores). Os textos são assinados por Antonio Prata, Julia Spadaccini, Pedro Kosovski, Jô Bilac e pelo próprio Luís Miranda.

Os ingressos custam R$ 30,00 (meia-entrada) e R$ 60,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada) e R$ 40,00 (inteira) nas fileiras P, Q e R, e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou no site www.ingressorapido.com.br. A realização é da Dueto Produções, com patrocínio da SulAmérica Seguros e apoio do UOL.  A produção local é da Teatro GT e Brain+. Outras informações pelo telefone (19) 3294-3166.

Sobre o espetáculo

Nesta versão do século XXI, “5X Comédia” conta com um time de primeira linha de humoristas da dramaturgia nacional: Bruno Mazzeo, Débora Lamm, Luís Miranda, Katiuscia Canoro e Lúcio Mauro Filho. Os dois últimos substituem Thalita Carauta e Heloísa Périssé, que atuaram na primeira passagem por Campinas, em março de 2018.

Unidos esteticamente pelo cenário de Daniela Thomas e Camila Schmidt, pela luz de Maneco Quinderé e pelo figurino de Cassio Brasil, os cinco atores apresentam esquetes que dialogam na atualidade do roteiro. Temas e citações se repetem aqui e ali: o novo feminismo, a intolerância tênue entre civilidade e barbárie e até mesmo o desenho animado “Peppa Pig”.

“Nana, Nenê” é o primeiro texto do roteirista Antonio Prata para o teatro, e retrata o desespero do clarinetista Rodrigo (Bruno Mazzeo), um pai de primeira viagem que recorre a métodos nada ortodoxos para fazer seu filho dormir.

Em “Branca de Neve”, de Julia Spadaccini, a personagem vivida por Débora Lamm luta para se desapegar da vida de princesa e tentar construir uma nova personalidade.
                                    
Escrita por Pedro Kosovski, “Milho aos Pombos” conta a história de uma eterna aspirante a atriz (vivida por Katiuscia Kanoro) cuja principal habilidade é tirar do sério o diretor de elenco.

Já em “Bola Branca”, o ator Lúcio Mauro Filho vive um homem na tentativa desesperada de meditar em meio ao caos urbano. Ao tentar esvaziar a mente, a busca pelo sentido da vida se coloca em seu caminho.
                                     
Em “Madame Sheila”, esquete escrito e encenado por Luís Miranda, uma socialite francesa avessa aos costumes brasileiros vem ao país para fazer uma palestra sobre sofisticação e elegância – além de, obviamente, enaltecer os prazeres de uma vida na Europa.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza