2ª live da Cultura da PMNO debate ‘Violência Doméstica’

A segunda da série de três transmissões ao vivo da Diretoria de Cultura da Prefeitura de Nova Odessa em homenagem ao Mês da Mulher foi realizada na noite de quinta-feira (18). O tema, “Violência Doméstica e Lei Maria da Penha”, trouxe a advogada Cema Leal, especializa nas leis do feminicídio e Maria da Penha, além de idealizadora do Projeto Ísis, que ajuda pessoas em situação de vulnerabilidade e violência doméstica.

“Nesta segunda live, tivemos a ilustre presença da advogada Cema Leal, do Projeto Ísis, de apoio e conscientização de mulheres vítimas de violência doméstica. O ‘entrevistador’ foi nosso diretor de Cultura, Carlos Pinotti, que conduziu esse importante bate papo e apresentou estatísticas alarmantes sobre esse cenário”, elogiou o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho.

Segundo o Fóum Brasileiro de Segurança Pública, o feminicídio cresceu 22% na pandemia. Só em 2020, foram registradas mais de 105 mil denúncias de violência contra a mulher no Disque Denúncia 180, de acordo com o Ministério da Mulher e dos Direitos Humanos. O Brasil ocupa a 5ª posição no ranking mundial em feminicídios.

Depois de números assustadores, a advogada explicou quais são os cinco tipos de violência doméstica, como a psicológica, moral, sexual, física e patrimonial. “O principal disso tudo é que as mulheres não têm informações de como denunciar corretamente e quais medidas protetivas têm direito contra o agressor. É isso que precisamos mudar”, comentou Cema.

“A Lei Maria da Penha foi um grande avanço para esses casos, e precisa ser amplamente divulgado para evitar agressões e até mortes. Para quem quiser mais informações, principalmente sobre a lei, como denunciar e quais medidas protetivas têm direito, pode assistir a live no Facebook oficial da Prefeitura”, complementou o diretor de Cultura.

Na live, também foi falado do ciclo da violência. Foram tópicos como os cinco tipos de violência doméstica – quais são e como identificar; como denunciar os casos; quem pode ser o agressor; quem tem direito à medida protetiva; e o que acontece após a denúncia. “Às vezes, o que parece ser somente uma brincadeira já é um indício de uma futura agressão. Então toda mulher precisa estar atenta a todo passo”, finalizou Cema.

Programação

No total, foram programadas três “rodas de conversas” em março, para abordar diferentes temáticas sobre o universo feminino – como por exemplo o empreendedorismo, autoestima, saúde e violência doméstica. A estreia, no dia 11 de março, foi com a empresária e advogada Fernanda Volpe, a empreendedora e cabeleireira Beatriz Souza, a publicitária e atriz Ana Paula e a empreendedora e youtuber Thalita Cazari.

Elas falaram sobre “Empoderamento Feminino, Independência, Autoestima e Empreendedorismo”, com centenas de engajamentos e comentários. A terceira e última roda de conversa da série está programada para o dia 25, com o tema “Saúde da Mulher”. As convidadas são a nutricionista Yasmin Facina, a fisioterapeuta Tatiane Sperchi e a psicóloga Débora Souza.

A transmissão começa a partir das 20 horas, ao vivo, pelo Facebook da Prefeitura de Nova Odessa, disponível em https://www.facebook.com/PrefeituradeNovaOdessa– onde os vídeos ficam disponíveis mesmo depois das lives.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE