Edit

“Quem votar contra não vai poder ir na Igreja pedir voto”, diz vereador

Foto reprodução Facebook

Algumas falas do vereador Isac Motorista (Republicanos) durante a sessão desta terça-feira, em Santa Bárbara, chamaram a atenção não só da imprensa presente, mas também de alguns colegas parlamentares.

Durante a discussão de uma moção de protesto contra a realização de um evento voltado ao público LGBTQIA+ no município, Isac levou a discussão para um patamar fora de contexto e “confessou” que obteve influência ao votar a proposta.

Ao falar sobre família e se colocar contra o evento – de forma alterada -, o vereador afirmou ter sido orientado pelo pastor de sua Igreja a votar favoravelmente à proposta.

Ainda, na tentativa de intimidar os colegas, Isac afirmou “quem votar contra não vai poder ir na Igreja pedir votos”.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE