Conheça os procedimentos estéticos do momento

Com o avanço da tecnologia com relação aos procedimentos estéticos, cada vez mais homens e mulheres buscam profissionais com soluções para diversos incômodos, como marcas de expressão, assimetrias no rosto, rugas, olheiras, entre outros. A oferta de procedimentos é grande e muitas vezes surgem dúvidas sobre qual é específico para determinado objetivo, levando em consideração histórico, idade, tipo de pele, grau de exposição ao sol e demais fatores. Carolina Marçon, coordenadora do serviço de dermatologia da Care Plus Clinic, esclarece alguns pontos quanto a escolha dos procedimentos e explica sobre os efeitos exagerados em alguns casos.

Diferença entre toxina botulínica, preenchimento com ácido hialurônico e harmonização facial

Os procedimentos com toxina botulínica têm a função de paralisar a musculatura de determinado ponto do rosto, muitas vezes onde tem rugas e linhas de expressão. “Com a perda de colágeno (normalmente a partir dos 25 anos), associada com a contração repetida da musculatura, algumas linhas antes dinâmicas se tornam estáticas, o que marca ainda mais as expressões e as deixa mais fundas ao longo do tempo. A aplicação da toxina botulínica suaviza essas marcas, traz vitalidade e leveza para as expressões”, complementa Carolina.

A harmonização facial é o nome popular para o preenchimento com ácido hialurônico de determinadas regiões do rosto. A profissional explica que o procedimento tem a função de sustentar áreas “caídas”, criando um efeito lifting, e pode avolumar pontos que perderam massa, como olheiras, bigode chinês, testa, pescoço e sulcos. O procedimento é utilizado para embelezar pontos do rosto, como lábios; levantar o olhar, alinhar a simetria do sorriso e corrigir imperfeições no nariz.

Procedimentos mais procurados

Marçon destaca que muitas pessoas optam pelas clínicas dermatológicas para corrigir assimetrias e dar destaque para determinada região do rosto. “Para a toxina botulínica, a maioria dos pacientes desejam suavizar marcas de expressão na testa e região dos olhos, os “pés de galinha”, elevar o olhar e melhorar o contorno da face. Com o preenchimento, as aplicações campeãs de procura são nas maçãs do rosto, lábios, olheiras e nariz”, explica a médica.

Resultados dos procedimentos

Segundo Carolina, os resultados alcançados dependem do histórico de cada paciente: tons de pele mais escuros costumam marcar menos as linhas de expressão, mantendo o viço natural da pele por mais tempo. Tons mais claros, principalmente com histórico de exposição solar, tendem a perder hidratação mais rapidamente, além da própria idade. Alguns outros fatores, como uso de cigarros, alimentação e estilo de vida, também refletem diretamente na saúde da pele e no processo de envelhecimento; por isso o cuidado deve ser complementar a outros hábitos.

Com a toxina botulínica, a suavização das marcas de expressão é um dos principais resultados. A substância também é utilizada para tratamentos de hiperidrose, bruxismo, oleosidade excessiva da pele e rosácea, alcançando resultados de extrema eficácia.

Já com os preenchimentos compostos por ácido hialurônico, é possível projetar o queixo, afinar a face, arrebitar o nariz e corrigir o “ossinho”, aumentar o volume dos lábios, as olheiras, entre outros.

Procedimentos exagerados

Com a divulgação nas redes sociais de alguns procedimentos com aparência duvidosa em artistas e celebridades, muitas pessoas questionam se o erro é do profissional ou exagero do paciente. Para a dermatologista, é necessário bom senso de ambas as partes, além de alinhar expectativas e evitar comparações. “Visão e opinião estética são essenciais. Um bom profissional conhece cada ponto do rosto e entende quais resultados são possíveis com cada procedimento. Produtos e técnicas inadequados e exagero nas quantidades aplicadas são alguns dos erros frequentes, além de acatar somente a fala dos pacientes, que muitas vezes almejam o nariz da famosa X, o queixo da modelo Y ou o olhar da cantora Z; pedidos impossíveis de serem realizados. O desejo dos bons profissionais é que a melhoria ocorra de forma harmônica e suave, que as outras pessoas elogiem seus pacientes sem perceber exatamente qual ponto foi realçado”, finaliza Carolina.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE