Rodrigo Gomes quer melhora na linha do trem e Willian mais polícia civil

Rodrigo Gomes pede manutenção em torno da via férrea

O vereador de Sumaré Rodrigo Dorival Gomes (Cidadania) protocolou nesta sexta-feira (12) um ofício para a empresa Rumo Logística, com a intenção de solicitar serviços de manutenção no trecho sob domínio da companhia no município. O documento se refere em especial à área lindeira do Jardim Primavera e da Avenida Julia Vasconcelos Bufarah.

No ofício, o parlamentar explica que tem recebido inúmeros pedidos de moradores da localidade para que seja feita a conservação em torno da via férrea. Diante da quantidade significativa de solicitações, Rodrigo Dorival Gomes se propôs a enviar o ofício destinado a Rodrigo Verardino De Stéfani, responsável pelas relações institucionais e governamentais da empresa.

De acordo com o vereador, “a falta de manutenção tem trazido transtornos aos habitantes do Jardim Primavera bem como aos transeuntes da Avenida Julia Vasconcelos Bufarah. Estes transtornos vão desde a proliferação de animais peçonhentos até questões de segurança de nossos munícipes”, completa.

Willian Souza cobra Doria por mais policiais civis

O presidente da Câmara Municipal de Sumaré, vereador Willian Souza (PT), pediu que o governador João Doria contrate novos servidores para suprir o déficit no efetivo da Polícia Civil no Estado, incluindo Sumaré. O pedido foi protocolado por meio da moção de apelo nº 26/2021, aprovada em plenário na sessão desta terça-feira (9) com 13 votos favoráveis.

 

Willian aponta que Sumaré tem hoje quase 300 mil habitantes, mas apenas uma Delegacia da Defesa da Mulher, com seis profissionais – duas investigadores, duas escrivãs e duas auxiliares – que realizam cerca de 180 atendimentos por mês. “Com funcionários que têm contrato próximo da data de vencimento sem previsão para renovação ou reposição, a situação ficará ainda mais precária. Este é um dos panoramas em que se encontra a Policia Civil de São Paulo”, destaca o presidente.

 

Conforme a moção, a estimativa é que hoje a defasagem ultrapasse a marca de 14 mil profissionais em todo Estado. O contingente atual da Polícia Civil de São Paulo é de 27.464 policiais, 34,5% abaixo dos 41.912 considerados ideais. “Na prática, o número populacional continua crescente, em contrapartida, o efetivo policial diminui proporcionalmente. Cumpre ressaltar ainda que o Estado de São Paulo, locomotiva do Brasil, pagava o segundo pior salário entre todos estados da federação para os delegados da Policia Civil em 2019. Já em 2020, tornou-se a pior remuneração. Salários pagos para investigadores e escrivães também figuram entre os últimos da lista do país.”

 

Para o vereador, não é justificável a ausência de investimentos e reconhecimentos justo ao departamento de segurança estadual na unidade mais rica da federação. “A Polícia Civil cumpre um papel fundamental para elucidar os crimes, mas os fatos supracitados evidenciam o sucateamento das forças de investigação do Estado de São Paulo.” Willian Souza lembra que mais de 700 candidatos aprovados em concurso, aptos pra nomeação, aguardam chamamento pra suprir a defasagem.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE