100 dias de pandemia

Essa semana chegamos aos 100 dias de vida em confinamento social, a chegada do vírus, os casos que cresceram vertiginosamente nas últimas semanas, a crise econômica, o desrespeito ao isolamento e o inverno que chega agora.

Leia mais- SP planeja volta às aulas em setembro

No final de março, o governo do Estado decidiu que São Paulo deveria seguir Europa e Estados Unidos e parar quase a totalidade das atividades para evitar que o novo coronavírus se espalhasse e lotasse os pronto-socorros e UTIs dos hospitais.

A suspensão das aula foi o primeiro ato para fazer com que as pessoas ficassem em casa. Boa parte da população foi para o trabalho remoto- o home office, com reuniões por videoconferência e a criançada fazendo aulas à distância- a famosa EAD.

CARREATAS– Muita gente não aceitou a proposta do ‘Fique em Casa’ e foram organizadas carreatas em Americana pela reabertura do comércio, com fortes ataques ao governador paulista João Doria- PSDB. As carreatas ficaram apenas em abril e pouco movimento foi observado em maio e junho.

As eleições devem ser adiadas para 15 de novembro e a campanha eleitoral deverá ter a fase virtual com pouca presença dos políticos no corpo a corpo, mesmo na reta final.

 

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE