Uma doença misteriosa ainda não identificada pelos médicos fez com que o pênis do queniano Sorence Owiti Opiyo, de 20 anos, crescesse dez vezes mais que o normal. Com o órgão do tamanho de um bebê recém-nascido, o rapaz não consegue ter relações sexuais ou uma vida normal.

O jovem só percebeu que era diferente quando tinha 10 anos de idade. Alvo constante de bullying por parte das outras crianças, ele abandonou a escola pouco depois. A família decidiu tornar a história pública para conseguir dinheiro para uma cirurgia, que deve ser realizada em um hospital de Jaramogi Oginga, em Kisumi. O sonho de Opiyo é se casar e ter filhos ??? coisa que não pode fazer em suas atuais condições.
Atenção imagem forte!