Saúde

Selfies motivam brasileiro a cuidar mais da boca

Rotina de cuidados que começa em casa

Publicado em 2018-07-10 09:15:38 Atualizado em 2018-07-10 09:15:38 (80 visualizações)

Selfies em redes sociais motivam brasileiro a cuidar mais da saúde bucal
Preocupação com estética, melhores hábitos alimentares e acesso a clínicas populares impulsionam cuidados com os dentes, avalia especialista da ODONTOCOT
Odontocot
 
O brasileiro é um dos povos que mais preza pela saúde bucal, segundo levantamento realizado em 23 países pela empresa alemã Gfk, uma das maiores em pesquisas de mercado no mundo. A rotina regular de cuidados com a boca é adotada por 68% da população, sendo que as mulheres se preocupam mais que os homens - são 73% contra 62%, respectivamente. A disseminação de um estilo de vida mais saudável e a influência do universo digital são os principais incentivos para a ida ao dentista com maior frequência.
 
Ficou no passado as consultas com valor exorbitante, o temido momento de sentar na cadeira do dentista ou as poucas fotos da família com rostos sisudos. Em tempos de selfies e fotos compartilhadas, os consultórios passaram a ser menos intimidadores e mais movimentados. “A estética tem se tornado cada vez mais evidente com a popularização das redes sociais, que faz com que muitos procurem por tratamento odontológico com o objetivo de conquistar dentes mais bonitos ou iguais aos das celebridades. As pessoas estão mais preocupadas em causar boa impressão tanto no trabalho quanto em um encontro com os amigos, um novo relacionamento ou simplesmente para guardar boas recordações estampando sorrisos largos e brancos” avalia Fernando Rocha, fundador da ODONTOCOT (www.odontocot.com.br).
 
A mudança de hábitos e preocupação com a saúde em geral tem feito o brasileiro substituir produtos industrializados, com excesso de açúcares, gorduras e corantes, por alimentos ricos em nutrientes e minerais, como vegetais, frutas e proteínas magras. “A maçã, por exemplo, que é uma das frutas mais consumidas no Brasil, ajuda a limpar os dentes e remover microrganismos provenientes da placa bacteriana”, explica o especialista. Ele lista, ainda, cenoura, castanhas, cereais, frango e pepino, cujo consumo está popularizado e também têm função de proteção.
 
“A saúde realmente começa pela boca. É onde dá-se início à produção de ácidos que contribuem para a digestão e absorção dos nutrientes. Por possuir uma vasta flora bacteriana, é importante estar em constante equilíbrio, para que não ocorra o surgimento de doenças na gengiva e sangramentos que podem evoluir para problemas mais graves, como doenças pulmonares, respiratórias e até AVCs”, alerta o profissional.
 
As clínicas populares têm papel importante na conscientização sobre os cuidados bucais, com tratamentos de qualidade a baixo custo. “Participamos de uma mudança importante no cenário. Facilitamos o acesso ao que antigamente era restrito a quem possuía convênio médico”, diz o fundador da ODONTOCOT, rede que já impactou mais de cem mil pacientes em quase 10 anos de história.
 
Para ter dentes saudáveis é importante manter uma rotina de cuidados que começa em casa. Fernando Rocha dá algumas dicas:
 
- Escovação com creme dental no mínimo três vezes ao dia: Essa frequência é recomendada com base nas refeições diárias, pois são os momentos com maior acúmulo de bactérias e detritos alimentares. É importante também escovar a língua, para evitar a formação de saburra, massa composta por células descamadas da boca, bactérias e muco, que é responsável em grande parte pelos casos de halitose.
 
- Uso diário de fio dental: O fio dental chega onde a escova de dentes não alcança e é essencial para remover a placa de bactérias que se acumula entre os dentes perto da gengiva, garantindo uma limpeza completa.
 
- Substituição constante da escova de dentes: O ideal é que a troca seja feita a cada três meses. Estender o uso da escova pode tornar a escovação ineficaz, pois além do desgaste das cerdas, as bactérias podem se acumular nos “tufinhos” por conta da umidade, o que aumenta a possibilidade de fungos.
 
- Visita semestral ao dentista: Manter uma frequência de consultas contribui para prevenção de doenças e realização de tratamentos sem caráter emergencial. Para quem tem dentes saudáveis, o check-up pode ser feito a cada seis meses, mas em casos especiais as visitas devem seguir a recomendação do profissional.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Como escolher o tratamento certo para seu corpo?


Férias escolares: atenção à alimentação das crianças


'Carreta do Amor' realiza 245 exames


Pilates laboral é grande aliado a cotidiano corporativo


UBS São Vito volta na segunda



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza