Saúde

Encontro discute cuidados com idosos

Reuniu 50 no CCL

Publicado em 2018-06-17 10:06:22 Atualizado em 2018-06-17 10:06:22 (184 visualizações)

O 1º Encontro Municipal sobre Cuidados e Proteção da Pessoa Idosa, realizado nesta sexta-feira (15/06), no anfiteatro do Centro de Cultura e Lazer (CCL), reuniu 50 participantes. Promovido pelo Conselho Municipal do Idoso de Americana (Comid), em parceria com a Associação dos Cuidadores de Idosos de Campinas e Região Metropolitana (Acicarem) e Atende - Cuidadores de Idosos, o evento celebrou o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, instituído em 15 de junho de 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.  
 
O secretário de Ação Social e Desenvolvimento Humano, Aílton Gonçalves Dias Filho, ressaltou a importância da discussão do tema no município para a implementação das políticas públicas de atendimento aos idosos na cidade. “Parabenizo o Comid pela iniciativa do evento e a participação de todos. Nosso país está envelhecendo e precisamos pensar em políticas públicas para os idosos, revertendo ações importantes para esta população e aprofundando nossos conhecimentos para esta questão”, disse o secretário.
 
Para a presidente do COMID, Danielle dos Santos Marques Cursiol, a realização do encontro no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa proporcionou a reflexão da sociedade para a questão da saúde, do empoderamento e direitos dos idosos. “Nosso foco é trabalhar o tema no município, com o envolvimento de toda a sociedade. No Brasil, o grande complexo da pessoa idosa é a questão da saúde e o acesso às políticas públicas de defesa e proteção à pessoa idosa, que asseguram um envelhecimento com qualidade de vida”.

A importância do cuidado e do cuidador de idosos foi abordada no encontro pela gerontóloga, Mariana Garcia Sandrin, da Atende Cuidadores de Idosos. “O que faz um país envelhecer? A qualidade de vida é muito importante. Acesso à saúde, saneamento básico, educação, ajudam a aumentar a longevidade. Estas conquistas contribuem para viver mais e com qualidade de vida melhor. O processo heterogêneo é um dos maiores desafios da saúde pública contemporânea. No Brasil, 14,3% da população é idosa. O ano de 2020 está sendo considerado o ano da virada, pois será iniciada a inversão da pirâmide etária, significando o envelhecimento da população, mais idosos do que crianças até 2050”.
 
Para a gerontóloga, envelhecer traz medos e questões que a família precisa entender. “A dependência muda a rotina do idoso e de toda a família. 30% dos idosos envelhecem com alguma limitação em atividades diárias. O cuidador de idoso é um profissional capacitado para atender as necessidades do paciente em sua residência ou instituição, sem privá-lo do ambiente familiar e de sua rotina diária, auxiliando o idoso nas suas atividades”, explicou Mariana.

O Encontro também discutiu os temas “Combate à violência contra a pessoa idosa”, ministrado pela advogada Danielle dos Santos Marques Curciol, e os “Avanços e desafios na regulamentação da profissão de cuidador”, pela enfermeira Érika Kate Lima.
 
Também participaram da discussão o presidente da Acicarem, Benedito Saga; a integrante da associação, Maria Angélica T. Martins; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Neide Nunes; a subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Beatriz Betoli Bezerra, entre outros convidados. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Chá quente diminui risco de glaucoma


Brasileiro fuma 333 cigarros por ano


AM: Saúde promove palestra sobre suicídio


Mais de 60% da população brasileira é sedentária


SP supera meta da campanha e vacina mais de 95% das crianças



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza