Saúde

Celso Pierro (Puc-Camp) reestrutura setores

Melhorias nas instalações entregues na sexta

Publicado em 2018-03-21 16:26:42 Atualizado em 2018-03-21 16:46:34 (283 visualizações)

No dia 23 de março, sexta-feira, às 8h30, o Hospital PUC-Campinas entrega para usuários as áreas reestruturadas do Pronto Atendimento de ginecologia e obstetrícia, Unidade de terapia intensiva (UTI) Adulto e salas cirúrgicas do Sistema Único de Saúde (SUS), com a presença de Dom Airton José dos Santos, Arcebispo Metropolitano de Campinas, Grão-Chanceler da PUC-Campinas e Presidente da Sociedade Campineira de Educação e Instrução, entidade mantenedora do Hospital.
 
O investimento foi da ordem de aproximadamente R$ 4,7 milhões do Governo Federal e R$ 1 milhão da Sociedade Campineira de Educação e Instrução (SCEI), verba também usada na reforma de enfermarias. Segundo o superintendente do Hospital, Antônio Celso de Moraes, "Essas novas estruturas melhoram o atendimento dos usuários do Hospital, incluindo a população de Campinas e região, atendida pelo Sistema Único de Saúde".
 
O processo de reforma visa o bem-estar do profissional que atua naquelas áreas e melhor atendimento ao paciente. Na UTI Adulto foi instalado um sistema central de filtragem e renovação de ar, que permite ambientes individualizados para evitar contaminações. O sistema IT Médico é capaz de prever falhas elétricas antes de danificar equipamentos e causar acidentes. “Reformas trazem transtornos, porém são necessárias, principalmente em nosso Hospital, que possui quase 40 anos de existência e funcionamento, mas o resultado é sempre compensador, como é possível confirmar agora”, explica Moraes.

A reforma faz parte de um projeto de reestruturação no atendimento, adequando o Hospital PUC-Campinas às recomendações e exigências dos Ministérios da Saúde e da Educação, orientados por uma política de atenção humanizada, além de oferecer, cada vez mais, um atendimento de qualidade, com segurança.

Segundo a área técnica do Hospital, a reforma melhora a circulação, os recursos de suporte, como sistema de ar condicionado, infraestrutura de circulação de água e gases, repercutindo nas condições de conforto e segurança dos pacientes.

No Pronto Atendimento de Ginecologia e Obstetrícia foi criada uma sala de urgência com toda infraestrutura, bem como outras adequações, para atender a legislação.

Outro ponto positivo da reforma é a elevação dos padrões de áreas e procedimentos críticos, como é o caso do Centro Cirúrgico. Por isso, essas áreas foram priorizadas no cronograma, planejado e programado por médicos e técnicos do Hospital. As Unidades também passaram por mudanças de adequação às condições de hotelaria.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Mitos e Verdades da Cirurgia Plástica


Mortes por overdose 'overdosam' nos EUA


Dobra o número de casos de HIV nos 50 mais


Fast Medicine e Erros Médicos


Pé Diabético atinge mais de 27 milhões de pessoas



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza