Saúde

Londres veta anúncios com corpos sarados

São inatingíveis

Publicado em 2016-07-03 09:24:14 Atualizado em 2016-07-03 09:24:14 (1784 visualizações)

da BBC.Brasil- Nada mais de modelos absurdamente magras ou homens excessivamente musculosos exibindo seu abdômen definido. O veto no sistema de transporte público de Londres a anúncios que trazem pessoas "perfeitas" - e muitas vezes fazem quem as vê sentir vergonha de si mesmo - entra em vigor nesta sexta-feira. Toda propaganda que usar "imagens não-saudáveis" do corpo humano será removida, medida colocada em prática pelo recém-eleito prefeito da cidade, Sadiq Khan. 

Ele havia prometido em sua campanha eleitoral combater toda publicidade que pode fazer com que cidadãos se sintam pressionados a buscar um corpo pouco representativo da maioria da sociedade.

Estas imagens recorrentes na indústria publicitária "têm grandes chances de criar problemas de autoestima, especialmente entre os mais jovens", disse Khan em um comunicado.
"Como pais de duas adolescentes, fico extremamente preocupado com esse tipo de propaganda, que pode aviltar as pessoas, especialmente mulheres, fazendo com que sintam vergonha de seus corpos. Está na hora de dar um fim a isso."

'Corpo pronto para a praia?'- O combate a estes anúncio, conhecidos pela expressão em inglês "body-shaming ads", veio após uma polêmica em torno de um anúncio de produtos para perder peso veiculado no metrô londrino no ano passado.

A empresa Protein World promoveu sua linha de suplementos alimentares usando uma modelo bronzeada que usava um biquini amarelo, exibindo um corpo trabalhado e uma cintura incrivelmente fina, junto com a frase: "Seu corpo está pronto para a praia?".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Saúde

Chá quente diminui risco de glaucoma


Brasileiro fuma 333 cigarros por ano


AM: Saúde promove palestra sobre suicídio


Mais de 60% da população brasileira é sedentária


SP supera meta da campanha e vacina mais de 95% das crianças



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza