Geral

Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake

Parceria com Leroy Merlin

Publicado em 2018-06-12 13:58:11 Atualizado em 2018-06-12 13:58:11 (99 visualizações)

A maior varejista de material de construção do país se une a uma das instituições mais renomadas em artes plásticas para lançar um desafio a estudantes universitários: o 1º Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake Leroy Merlin.  

“O que nos uniu foi a proposta inovadora de uma premiação que não restringe, pelo contrário, democratiza a participação de todos. A partir do tema ‘compartilhar’, estudantes podem projetar um futuro mais integrado”, conta Paulo José, diretor de comunicação da Leroy Merlin, lembrando que esse projeto incentivado é uma das muitas iniciativas que a marca tem para promover o desenvolvimento sustentável. 
A empresa acredita na construção de um mundo mais sustentável e privilegia fornecedores e produtos que seguem essa tendência. No dia a dia de qualquer uma de suas 42 lojas é possível encontrar mais de quatro mil itens que são classificados como produtos responsáveis, pois ajudam a economizar recursos naturais ou proporcionam uma melhor qualidade de vida. A definição de cada um dos selos pode ser encontrada no site www.leroymerlin.com.br/atitudes-sustentaveis.
 
COMPARTILHAR
O tema dessa primeira edição, COMPARTILHAR, é um desafio para fazer os estudantes projetarem soluções conectando os saberes de diversas áreas. “O tema permite interpretação e leitura que vem ganhando diferentes ênfases no que tange à necessidade de uso de nossos espaços, sejam eles urbanos ou de menor escala; ao aproveitamento e reutilização de nossos recursos, em sinergia direta com programas de sustentabilidade; ao uso cada vez mais frequente de plataformas e softwares online que permeiam nosso cotidiano, dentre tantos outros exemplos”, explica Priscyla Gomes, do Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake.
 
Como funciona
A ideia é premiar propostas que destaquem a relação do design com outros campos, como arquitetura, biologia, engenharia, moda, tecnologia e ciências sociais. Por isso, desde que dentro do tema, podem ser inscritos projetos de universitários de qualquer área, não se restringindo somente a jovens designers.
Os autores dos três melhores projetos ganharão bolsas de estudo em cursos de design no exterior.
Priscyla dá o caminho para o sucesso ao contar que as propostas mais contundentes de design acontecem em diálogo com diferentes especialidades, instigando soluções inovadoras que podem responder a questões contemporâneas ligadas ao nosso cenário social, político, urbano, habitacional, além de novas demandas tecnológicas, novos equipamentos, publicações e mídias digitais.
Sobre inscrições e seleção de projetos
As inscrições estão abertas até 22 de julho exclusivamente pelo site www.institutotomieohtake.org.br. Podem se inscrever estudantes universitários regularmente matriculados em cursos técnicos ou de nível superior; graduados há no máximo dois anos a contar do ano corrente; e coletivos em que todos os membros respondam às condições elencadas acima. Só serão aceitos os cursos reconhecidos ou autorizados pelo MEC.
Os 20 projetos finalistas, que receberão R$ 5.000,00 para execução do protótipo, ganham exposição no Instituto Tomie Ohtake e integram um catálogo impresso sobre o Prêmio. 
O júri de seleção é composto por Alexandre Salles, Cláudio Bueno, Jackson Araújo, Hugo França, Tereza Bettinardi, Priscyla Gomes e Zoy Anastassakis.
Serviço
1º Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake Leroy Merlin
Inscrições abertas até 22 de julho
Edital e inscrição no site www.institutotomieohtake.org.br.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

Cachorro fugiu de casa em SB


Rejeição a Bolsonaro sobe


Dominguera. E veja seu horóscopo do dia


Mulher pode redescobrir o sexo aos 60


Hyundai inaugura concessionária no centro de Piracicaba



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza