Esporte

Mamãe Fitness marca presença no Arnold

Micheline Masioli vai contar sua história

Publicado em 2017-04-20 17:11:57 Atualizado em 2017-04-20 17:11:57 (658 visualizações)

Ser mãe é um dos maiores prazeres da mulher. Mas ela não pode esquecer que também deve cuidar do corpo, da saúde e da beleza. Com pensamento direcionado para ajudar as dificuldades que a mães passam para conciliar o papel de mãe e exercícios físicos, a capixaba Micheline Masioli Ramos, a "Mamãe Fitness", de 36 anos, começou a postar dicas de fitness para gestoras nas mídias sociais. A jornalista, mãe dos meninos Cid, de 10 anos, Téo, de sete anos e  Édi, de três aninhos, era sedentária. Mas mudou sua rotina porque não aceitava o peso em que se encontrava durante o período de gestação (95kg). Hoje faz um trabalho motivacional de fitness pela rede e já possui mais de 400 mil seguidores no Instagram.
 
- A idéia surgiu porque eu estava muito acima do peso. Não me via no espelho.  Hoje, eu tenho 54 kg (com 9% de gordura), mas já vi a balança e quase pesei 100 kg quando estava grávida. Fiquei muito deprimida, não saia de casa. Eu comecei a postar nas mídias sociais com a intenção de me motivar e com as postagens, eu fui percebendo que as pessoas se sentiam motivadas e beneficiadas. Depois, criei o site (www.mamaefitness.com.br) - conta Micheline.
 
 
Quando a "Mamãe Fitness" resolveu se cuidar, a sua meta era apenas ser uma boa mãe. Ela casou aos 23 anos, quando pesava 50 kg, peso alcançado com dieta incorretas e remédios para emagrecer.  A depressão pós-parto dos dois primeiros filhos ainda não estava curada, o que aumentava o baixo-astral. Aos 31 anos, com dois filhos, Micheline engravidou do terceiro filho.
 
- Mesmo assim, eu mantive meus treinamentos, me alimentei bem e após 40 dias do  Édi nascer eu estava na rotina de treinos. Com dois meses, eu consegui  o corpo que eu sempre sonhei, realizada, curada da depressão. Engravidei sem estar com o aspecto de gorda. Eu poderia ter desistido, como eu sempre havia feito, eu tinha a desculpa por ter hipotireoidismo (baixa produção de hormônios, que estimulam o metabolismo e interferem no desempenho de órgãos como coração e rins, chegando a alterar o ciclo menstrual), e poderia engordar de novo mais de 30 kg. Mas eu lutei para não desistir no treino de pernas, elas não me obedeciam, falharam, mas usei a mente pra seguir – disse a jornalista que nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, terra natal do rei Roberto Carlos, no Espírito Santo.
 
 
 
Micheline mantém o mesmo peso há quatro anos (54 kg), porém, com uma qualidade de vida melhor e nunca fez plástica. Ela tem como intenção mostrar que filhos não são responsáveis pela indesejável barriguinha e que musculação não é exclusividade para homens.
 
- A musculação que antes era tão indesejada virou rotina e a cicatriz que eu tenho das três cesarianas é a parte que mais admiro em meu corpo. O esporte é para todos.  Além disso, o filho não é o responsável por engordarmos. Filhos são nove meses que vão mudar o seu corpo. A pessoa tem que se esforçar - declara a fitness.
 
 
Dicas da "Mamãe Fitness":
-Nunca é tarde para correr em busca do que se almeja: eu passei a realizar exercícios físicos depois dos 30 anos. Desejo comprovar que o sacrifício pode vir a ser um "vício bom" e que a idade não é um empecilho para alcançar resultados.  Há quem não acredite que após três gestações mantenho um corpo bem cuidado sem ter passado por nenhum tipo de plástica. Mas nem sempre foi assim -
- Além disso, você não precisa ter dinheiro. Meu marido sofreu um acidente grave de moto e fui pai e mãe para meus filhos. Eu trabalhava o dia inteiro.  E foi nesta mudança financeira, que ela resolveu se cuidar e se aceitar. Às cinco horas, eu acordava e cinco e meia já estava no asfalto para correr. Com dedicação em pouco tempo já estava correndo 16 km -
  
Gestação:
- Hoje quando eu posto a primeira e a segunda gestação, eu recebo várias marcações. E depois os comentários. Por exemplo: "Antes, achava que o meu corpo iria acabar. Mas depois de ver a sua história, resolvi engravidar". Não é a gestação que vai transformar você numa pessoa obesa, tampouco fazer sua barriga ficar flácida. Principalmente, se a pessoa for sedentária. É importante que mesmo sem plástica dê para a pessoa perder peso. Depois, você vai se esforçar um pouco e resto é com você.  É isso que posta para os seus seguidores -
 
Treinos:
- Treino de segunda a sexta. Musculação por uma hora (Leg 90, leg 45, passadas livre, agachamento livre,  levantamento terra, falha e falha total, treino curto, intenso e 160kg no leg)  mais corridas no aslfato. Dribla a falta de tempo acordando cedo (5h) e inicio os dias dentro na academia. O sacrifício virou um prazer. A alimentação também ganhou uma repaginada, sigo uma rotina alimentar saudável.
  
Números da fitness:
Engordou 30 kg na primeira gestação, 32 kg na segunda e na terceira 25kg. Um total de mais de 85 kg se juntarmos as três. Com muito exercício, dieta e determinação, ela chegou ao corpo atual com 50 kg e 9% de gordura.


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Esporte

Atleta mirim de Sumaré campeã no arremesso de peso


Grêmio perde mundial pro Real Madri


Tênis de mesa premia campeões


Destaques da ginástica seguem vida profissional


SB: Dupla de Vôlei conquista título em Hortolândia



© 2009-2017. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza