Economia

Empresas optam por aluguel de dispositivos móveis

Vantagens de manutenção, facilidade de troca e flexibilidade para o mundo corporativo

Publicado em 2018-07-10 17:00:01 Atualizado em 2018-07-10 17:00:01 (139 visualizações)

Livrar-se da dor de cabeça de gerir um parque de dispositivos móveis: essa é a proposta da BR Mobile (www.brmobile.com.br) ao oferecer aluguel de longo prazo de celulares e tablets para o mercado corporativo. No lugar da contratação de uma equipe especializada para se responsabilizar pelos equipamentos, o modelo terceiriza as preocupações operacionais e evita períodos ociosos com a substituição de itens em casos de falhas.

Segundo uma estimativa da BR Mobile, uma empresa que opera um parque com 300 celulares demandaria uma equipe de TI com até três funcionários e um período de 10 a 15 dias apenas para configurar todos os dispositivos. "Em contrapartida, ao trocar a compra pelo aluguel, o cliente tanto reduz a necessidade de um time interno quanto recebe tudo pronto para o uso", diz Rony Breuel, sócio-fundador da locadora.

Além disso, a reposição dos celulares e tablets em casos de quebra é bem mais rápida. Em vez de manter o equipamento parado até o reparo, a BR Mobile o substitui de maneira quase imediata. "Já vimos casos em que há 25 aparelhos esperando manutenção. A operação fica parada, é prejuízo. Isso não pode acontecer", conta Breuel.

Fundada em 2011 com foco no aluguel de curto prazo – como locações de dispositivos móveis, tablets e outros equipamentos eletrônicos para eventos –, a empresa começou a olhar com mais atenção para o modelo de longa duração na virada de 2017 para 2018. O chamariz foi uma demanda do mercado, que necessitava de uma alternativa que permitisse otimizar a infraestrutura de TI sem, no entanto, fazer investimentos vultosos na área. "Do ponto de vista fiscal, inclusive, os dispositivos deixam de ser um ativo e passam a contar como um serviço que pode ser deduzido do imposto de renda", explica Breuel.

Outra vantagem é uma plataforma de gerenciamento remoto, o que permite atualizar os celulares de uma rede com atuação em todo o Brasil a partir de um único local. Da mesma forma, é possível criar perfis de acesso, como um CEO com permissão de uso total do aparelho, enquanto um vendedor fica restrito a recursos essenciais à sua rotina de trabalho, por exemplo.

Hoje, a BR Mobile tem cerca de 800 aparelhos alugados em contratos com duração superior a doze meses. A expectativa da empresa é que esse número cresça para cinco mil já no final do próximo ano.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Economia

Cervejaria fecha e faz leilão de itens


Como consultar pontos e multas online


Crediário e cartão campões do SPC


Skol Hops e Salzburg em promoção


SB: LOA 2019 é apresentada em Audiência Pública



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza