Economia

Pref. Sumaré recupera CND

Agora pode receber verbas

Publicado em 2018-01-13 10:26:20 Atualizado em 2018-01-13 10:26:20 (666 visualizações)

O nome de Sumaré está “limpo”. Depois de vários anos, a cidade volta a ter sua situação fiscal regular junto à Receita Federal e à Caixa Econômica Federal, com a obtenção da “Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União” e do “Certificado de Regularidade do FGTS”. Estes são documentos que comprovam que a cidade não possui débito exigível junto aos órgãos públicos, possibilitando pleitear verbas que podem ser utilizadas na modernização da administração, compra de equipamentos e em obras que podem fazer a diferença na vida dos cidadãos.

“A regularização fiscal da Prefeitura era uma das nossas prioridades e demonstra a nossa responsabilidade com Sumaré e nossos moradores. Além de pagarmos cerca de R$ 60 milhões de dívidas de 2016 em 2017, hoje também estamos em dia o INSS, SUMPREV, FGTS e Pasep, mais os salários dos colaboradores – e isso tudo sem precisar aumentar impostos”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

Para recuperar a “CND”, documento que o Município não possuía desde 2013, a Prefeitura renegociou com a Receita Federal R$ 282,12 milhões em dívidas anteriores deixadas com o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) mais débitos inscritos em Dívida Ativa, em parcelas de cerca de R$ 600 mil por mês (1% da receita corrente líquida). Com relação ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), foram pagos em 2017 mais de R$ 6 milhões, considerando os repasses feitos em dia e os parcelamentos dos atrasados de anos anteriores.

A Prefeitura de Sumaré ainda regularizou no início de 2017 o Pasep – que estava bloqueando o repasse dos recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) à Administração e ainda gerando multa mensal de R$ 80 mil. “Desta forma, a economia foi de R$ 960 mil ao ano, valor que pôde ser destinado em melhorias à população”, explicou o secretário de Governo e Participação Cidadã, Dirceu Dalben.

Em dezembro, a Prefeitura também renegociou as dívidas deixadas com o SUMPREV (Fundo de Previdência Municipal), num valor total de R$ 165.068.770,47, em até 200 vezes.

“Regularizar essas pendências era muito importante para alavancar ainda mais o desenvolvimento econômico e social da nossa cidade. Foram muitas conquistas em 2017 e muitas outras estão por vir agora em 2018, em comemoração aos 150 anos de Sumaré”, destacou o vice-prefeito Henrique Stein, que responde pelas secretarias de Planejamento e Desenvolvimento Econômico.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Economia

Procon flagra lojas sete lojas 'malandras' no centro


ACIA orienta para jogos da Copa


Shopping abre vagas em Americana


Veja 35 vagas de emprego


SB tem 54 vagas de emprego



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza