Economia

Americana perde 200 supermercados em 10 anos

Comércio caiu 7,7% no período

Publicado em 2017-11-09 13:12:09 Atualizado em 2017-11-09 13:12:09 (4351 visualizações)

Americana perdeu 195 supermercados no prazo de 10 anos, segundo estudo do Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste, em parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A concentração em poucas redes e supermercados maiores 'mataram' os pequenos no período. O número de estabelecimentos comerciais caiu 7,7% de 2007 a 2016. Os dados foram levantados a partir da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), órgão do Ministério do Trabalho.

No período, 349 empresas do setor foram extintas no município, reflexo da crise econômica, segundo o assessor econômico da FecomercioSP, Jaime Vasconcellos. “Até 2013 o Brasil apresentou um bom crescimento. A partir de 2014 começamos a ter o início da crise, que refletiu no fechamento das pequenas empresas e na maior concentração dos estabelecimentos”.

Das atividades consolidadas, as maiores retrações foram registradas nos supermercados (-21,6%) e nas lojas de eletrodomésticos e eletrônicos (-11,8%). Na contramão desse movimento apareceu a abertura de farmácias e perfumarias, com crescimento de 20,9%. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Economia

Mega da Virada vai pagar R$ 220 milhões


BlackFriday: Mercedes tem desconto de R$ 105 mil


Black Friday do Tivoli vai ter três dias


Americana vai ter Programa Jovens Empreendedores


Varejo 'patina' na geração de emprego



© 2009-2017. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza