Diversão e Arte

Globo de Ouro. Protesto e ganhadores

Veja lista

Publicado em 2018-01-08 11:51:54 Atualizado em 2018-01-08 11:51:54 (786 visualizações)

Filmes e programas de televisão centrados em mulheres foram os grandes premiados na edição deste ano do Globo de Ouro, marcada por manifestações a favor da igualdade de gênero e pelo fim do assédio. Produções com protagonistas femininas venceram nas principais categorias: Três Anúncios para um Crime foi escolhido melhor filme de drama, e Lady Bird: A Hora de Voar, o melhor filme de comédia; The Handmaid’s Tale levou melhor série dramática; The Marvelous Mrs. Maisel, melhor série cômica; e Big Little Lies, melhor minissérie.

Realizada neste domingo (7), em Los Angeles, a cerimônia começou quente já no tapete vermelho: atendendo ao chamado do grupo Time’s Up, formado por mais de 300 mulheres da indústria do entretenimento, atrizes usaram roupas pretas em protesto ao assédio sexual no audiovisual e em outras profissões. Um broche da iniciativa, criado pela figurinista Arianne Phillips, foi amplamente usado por mulheres e homens, e várias das estrelas foram à premiação acompanhadas por ativistas, entre elas Ai-jen Poo, diretora da National Domestic Workers Alliance; Tarana Burke, fundadora do movimento #metoo e diretora da Girls for Gender Equity; e Mónica Ramírez, cofundadora da Alianza Nacional de Campesinas.

No palco, assédio e igualdade de gênero vieram à tona com frequência – no monólogo de abertura de Seth Meyers, em comentários de atrizes que apresentaram prêmios e nos discursos de ganhadoras como Nicole Kidman, Elisabeth Moss, Laura Dern, Rachel Brosnahan, Frances McDormand e, principalmente, Oprah Winfrey, que tornou-se a primeira mulher negra a receber o troféu Cecil B. DeMille, entregue a personalidades com “incrível impacto no mundo do entretenimento”.

Se a força das histórias centradas em mulheres foi sentida nos prêmios, o reconhecimento do talento feminino por trás das câmeras foi mínimo: Lady Bird foi o único filme dirigido por mulher premiado no Globo de Ouro deste ano, mesmo contando as categorias de animação e filme estrangeiro. A vitória tornou ainda mais notável a ausência de Greta Gerwig entre os indicados a melhor direção, muito bem lembrada por Natalie Portman, que anunciou “todos os concorrentes homens”.

Outra decepção foi o fato de nenhuma mulher ter sido premiada na categoria de roteiro, já que três dos cinco filmes indicados tinham ao menos uma roteirista na equipe (além de Gerwig, Liz Hanah por The Post: A Guerra Secreta e Vanessa Taylor por A Forma da Água). Como também não houve vitória feminina na categoria de canção original, o Globo de Ouro terminou premiando apenas atrizes ou produtoras, e nenhuma delas negra.

Em resumo, uma noite para ficar na memória, mas também um lembrete de que o caminho até a igualdade de gênero é longo e muita coisa ainda precisa mudar. Veja a lista com todas as mulheres premiadas no Globo de Ouro 2018:

CINEMA

Melhor atriz de drama
Frances McDormand, por Três Anúncios para um Crime

Melhor atriz de comédia ou musical
Saoirse Ronan, por Lady Bird: É Hora de Voar

Melhor atriz coadjuvante
Allison Janney, por I, Tonya

+

TELEVISÃO

Melhor atriz de série dramática
Elisabeth Moss, por The Handmaid’s Tale

Melhor atriz de série de comédia ou musical
Rachel Brosnahan, por The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor atriz de minissérie ou filme para a TV
Nicole Kidman, por Big Little Lies

Melhor atriz coadjuvante
Laura Dern, por Big Little Lies
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Diversão e Arte

Pontilhão do S Jorge ganha tapa artístico


Mostra de Dança lota Teatro Municipal


Musa do Brasil 2018 vai começar


Vitor Quevedo se apresenta em Americana


Especialista em fetiches analisa podolatria



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza