Cidades

Sumaré atinge meta de vacinação

Idosos, puérperas e professores

Publicado em 2018-06-28 14:35:29 Atualizado em 2018-06-28 14:35:29 (97 visualizações)

Sumaré atingiu a meta de vacinar, pelo menos, 90% dos idosos acima de 60 anos, professores e puérperas do município contra a gripe. A cobertura vacinal, no entanto, ainda é baixa entre crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes e trabalhadores da saúde. A Secretaria de Saúde reforça que ainda há doses disponíveis. Além destes grupos, também podem se vacinar adultos com mais de 50 anos, pessoas com comorbidades e crianças de 5 a 9 anos. A vacina protege contra os três subtipos do vírus com maior incidência: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Sumaré contabiliza sete casos positivos de gripe H1N1 este ano, sendo que três evoluíram para óbito. O último óbito foi confirmado esta semana à Vigilância Epidemiológica de Sumaré, e trata-se de uma criança de 5 anos, portadora de comorbidade e moradora da região central. O óbito ocorreu em 25 de maio. Seguindo o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde, assim que a criança foi diagnosticada com quadro clínico compatível com a doença, a Vigilância Epidemiológica de Sumaré realizou uma investigação com as pessoas de seu convívio, mas nenhuma delas apresentou sintomas. Também foi realizado bloqueio vacinal na escola onde a criança estudava, além de orientações com relação à prevenção. As outras duas vítimas são um adulto de 31 anos (caso importado), que morava na região da Área Cura, e uma criança de 4 anos, também da região central.

“Reforçamos que não há motivos para pânico, mas também é importante que as pessoas que integram os grupos de risco procurem uma unidade de saúde para receber a vacina, que é uma das formas de prevenção mais eficientes. Também orientamos a todos os moradores que estejam atentos a cuidados simples no dia a dia que podem evitar o contágio e transmissão da gripe, como lavar as mãos frequentemente; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas; não compartilhar objetos de uso pessoal, entre outros”, disse o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti.

Até a última quinta-feira, Sumaré já havia vacinado 19.415 idosos com 60 anos ou mais (94%), 1.689 professores (100%), 431 puérperas (90%), 10.942 pessoas com comorbidades (80%), 3.621 trabalhadores da saúde (75%), 8.012 crianças de seis meses a menores de 5 anos (50%) e 1.222 gestantes (42%). Ao todo, 45.332 moradores dos grupos prioritários já foram imunizados.

A vacinação é realizada em 22 unidades de saúde de Sumaré e, para receber a dose, basta apresentar a Carteira de Vacinação ou documento de identificação. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

 

 

 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Cidades

Carro pega fogo na av Anhanguera


NO: Parque Ecológico recebe manutenção


Não pagou pensão e ganhou cana


DAE troca parte da rede de esgoto na Estrada da Balsa


Bike dobrável revoluciona mobilidade urbana



© 2009-2018. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza