Cidades

SM: Saúde faz reunião do Comitê de Combate à Dengue

Mobilização social e prevenção das arboviroses

Publicado em 2017-12-05 11:30:02 Atualizado em 2017-12-05 11:30:02 (274 visualizações)

A Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na manhã dessa segunda-feira, dia 4, a primeira reunião oficial do Comitê Intersetorial de Combate à Dengue de Sumaré, criado no último mês de novembro por meio do Decreto Municipal nº 10.177. Representantes das secretarias municipais de Saúde, Governo, Serviços Públicos, Educação, Comunicação, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros estiveram no encontro, que contou ainda com a participação do engenheiro sanitarista e técnico da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) responsável pelos municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas), Valmir Roberto Andrade, e do vereador sumareense professor Edinho.

A diretora de Saúde Coletiva de Sumaré, Denise Barja, apresentou o regimento e a estrutura do Comitê e a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal, Martha Reis, falou sobre os números nos casos de dengue, chikungunya e zika vírus nos últimos anos na cidade. Em 2017, houve diminuição de aproximadamente 90% nos casos de dengue no município em relação ao ano anterior (52 casos confirmados de dengue em 2017 contra 472 em 2016). Somente neste ano, cerca de 90.500 casas foram trabalhadas pelos agentes de Endemias e Comunitários de Saúde da Prefeitura de Sumaré.

“A principal atividade do comitê é o acompanhamento e a sugestão de propostas de ações de mobilização social e prevenção das arboviroses no município. É um trabalho que precisa começar com antecedência, porque cerca de 70% dos casos de dengue concentram-se no período de chuvas, entre os meses de janeiro e maio, embora no nosso país haja condições climáticas favoráveis à proliferação do mosquito durante todo o ano”, comentou o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti.

“Estamos trabalhando o ano todo com a prevenção e, agora, antes de começar o período de maior incidência da dengue, estamos envolvendo diversos setores para o enfrentamento ao Aedes aegypti. É imprescindível que a população junte-se a esse processo, difundindo informações, ajudando a identificar possíveis criadouros, mantendo os terrenos e quintais limpos. Só assim conseguiremos manter baixos os índices das doenças provocadas pelo mosquito”, incentivou o prefeito Luiz Dalben.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Cidades

Fundo Social recebe doação de cestas básicas


DAE segue com melhorias no abastecimento


Gama promove V Torneio de Tiro Azul Marinho


Rodou com droga e uns trocados no Lírios


Casa da Criança encerra ano com 'Valores Humanos'



© 2009-2017. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza